1,2…

0

A tal da matemática do amor é mais simples do quê a gente imagina. Aliás, não sei ao certo se matemática é uma boa expressão para ser usada, porque amor só multiplica. Mas antes de multiplicar, o amor ensina uma regra básica na vida de qualquer pessoa, a tal da prioridade.

O amor nos ensina sobre “prioridades” quando aprendemos à contar. 1,2,3,4… e assim por diante. No amor só existe 1, 2… eu, nós. A grande questão é que uma grande maioria pula da parte do “eu” e fica só com o “nós”, achando que em “2” tudo fica melhor.

Realmente preciso concordar em “2” tudo ficar divertido, não necessariamente melhor. Mas antes de tudo, o “eu” precisa ser entendido. Não temos o direito de abrir mão da nossa vida por outra pessoa, quando eu digo vida é tudo, inclusive rotina. Mulheres tem a péssima mania de parar a vida, de mudar por um homem, por um relacionamento, não acho que seja errado, mas acho que precisamos voltar a aprender contar, a voltar para a lista de prioridades.

1, 2…

{ Imagem: reprodução } 

O “eu” sempre deve ser mais importante que o “nós”, isso não tem haver com egoísmo, isso é amor próprio. É respeitar os próprios limites, ter valores, saber o quê dá ou não para aceitar, o quê pode ou não seguir adiante. O “2”, sempre vai vir depois do “1”, isso significa que você deve vir antes de qualquer relacionamento, de qualquer mudança, ou anulação de vida.

Não existe nada pior do quê trocar as prioridades da vida e perceber que quem até então te amava, não fez o mesmo. Tem aquele ditado, “não trate como prioridade quem te trata como opção”, um dos mais verdadeiros.
E é exatamente isso, mude as prioridades, crie expectativas e seja uma pessoa frustrada!

Seja o centro da vida. Seja fiel aos seus valores e vontades. Ame a sua rotina e a sua vida. Não baixe a cabeça para ninguém. Vá atrás dos seus sonhos, por mais bobos que possam ser. Aprenda sobre prioridades. Se ame. E aprenda de uma vez por todas à contar, antes mesmo de alguém te decepcionar.

A matemática pode ser mais simples do quê imaginamos. No amor ou na vida, saber contar e multiplicar, é saber viver.

1, 2…
1, 2…
1, 2…
1, 2…

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.