Agradecendo um babaca

1

Toda mulher já teve em sua vida amorosa um babaca. Aquele cara que não a tratou como deveria, que não valorizou o amor que ela deu a ele, não teve respeito, admiração e qualquer sentimento por aquela mulher. Coisas assim, acontecem com milhares de mulheres no mundo, não foi só comigo e com você.

A grande verdade é que a “culpa”, se é que podemos chamar assim, é nossa. Por vezes caímos em papinho, engatamos um namoro errado, nos envolvemos com aquele cara cafajeste, por carência, falta de amor próprio e até mesmo pelo fato de nos apaixonarmos por aquela expectativa que criamos em cima daquele homem. Expectativa a gente sempre vai ter, carência também, mas amor próprio é coisa nossa. É o nosso termômetro para uma relação. Se a gente não se ama, quem vai amar? Se a gente não se respeita, quem vai respeitar? Se a gente não se admira, quem vai admirar?

{ Imagem reprodução } 

O homem babaca não vai deixar de ser babaca tão cedo, mas você escolhe com o tipo de homem vai se envolver. Diferente dele, que não tem filtro e se envolve com a primeira mulher que pode tirar qualquer tipo de proveito, o que faz dele, nesse caso além de babaca, um homem sem caráter.

Depois que uma mulher caí em si sobre esse “homem” vem o choro, a sensação de ter sido “enganada”, ter sido passada para trás e principalmente, que todo aquele amor que você ofereceu a ele, foi em vão. Ninguém te enganou, ninguém te passou para trás, no fundo… mas assim, bem lá no fundo, você sabia que ele era um babaca e mesmo assim quis se envolver. A mulher que se fizer de inocente e dizer “mas eu não imaginava”, não tem feeling. O coração não engana, ninguém!

Depois de pegar todos os seus cacos, chorar e enfim, decidir seguir sua vida – porque homem babaca nenhum merece seu sofrimento – é hora de agradecer. Não, não estou ficando louca. Existem coisas que são feitas para dar errado, para justamente darem um “tapa” na nossa cara e depois trazer de presente um pacote bem bonito, com laço vermelho e tudo, chamado maturidade e escolha. Depois que você aprende a ter maturidade ao escolher o que quer ou não passar, tudo fica mais fácil. Mas, voltando ao agradecimento…

Agradeça ao babaca cada sofrimento, cada balão no sábado à noite, cada mensagem não respondida, cada briga, cada choro seu, cada filha da putice que ele tenha feito com você. É por causa dele que você se tornou essa mulher forte, que sabe fazer escolhas, que sabe o que NÃO quer de um homem. Tem muita mulher que paga na mesma moeda e eu não julgo, voltamos a questão das escolhas. Mas escolher pagar na mesma moeda é se igualar ao babaca, ou seja, se tornar uma babaca e na boa? Você precisa disso? Não. Tenho certeza absoluta que não.

Nem todos os homens são iguais, e erra quem diz que eles são. Homem babaca tem as pencas, mas quem escolhe quem entra e quem sai da sua vida, é você mesma. Na próxima vez que sofrer por alguém que não vale a pena, lembre-se do embrulho bonito, com laço vermelho e tudo. Depois do sofrimento, vem o melhor, a maturidade para escolher o que você realmente quer para a sua vida.

1 comentário

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.