Bom de amar

2

Tínhamos uma data à comemorar e eu tinha que te presentear, então comecei a me lembrar dos seus gostos e preferências.  Foi engraçado. Nunca tinha parado pra pensar em como somos mesmo diferentes.

Na hora de beber você prefere whisk e eu vinho. Mas amamos mojitos. Na hora de comer você pede um hambúrguer e eu uma salada. Mas amamos pudim. Você pede a Coca-Cola e eu o suco de maracujá. Mas amamos Ades de morango. Se meche a noite toda e eu fico quietinha. Mas amamos dormir de conchinha. Você ama o frio do inverno e eu o calor do verão. Mas amamos a primavera. Prefiro filmes de comédia romântica e você qualquer coisa que tenha sangue. Mas amamos seriados de aventura. Você escuta Ella Firtzgerald e eu escuto Frank Ocean. Mas amamos Saulo Fernandes da Banda Eva. Danço bem qualquer ritmo e você não tem talento para nenhum. Mas amamos curtir uma boa balada.
Imagem: reprodução

Tem cada coisa que você ama e eu detesto. Fiquei pensando, como pode então gostarmos tanto um do outro?  Combinamos em algumas coisas e em outras simplesmente não, tanta diferença só pode nos fazer bem. Não te gosto menos porque você não tem o mesmo gosto musical que eu, ou porque não come as mesmas coisas, ou porque fala e admira coisas diferentes. Aprendi a gostar muito mais por isso.

Descobri que o que eu mais amo e admiro em você e em nós é toda essa discordância, que ser diferente de mim te fez especial. Conhecer seus gostos e manias me faz entender que o amor tem duas partes diferentes – cada uma com sua própria fissura, defeito, qualidade e cicatrizes-  justamente porque foram feitas para que houvesse um encaixe: perfeito!
E o presente? Ah, é surpresa!

2 Comentários

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.