Cuidado, eu também sei fazer falta

0

Logo eu, que estava ali do seu lado o tempo todo. Sendo seu apoio, seu ombro amigo, sua companheira, a pessoa que te colocou para frente quando ninguém mais confiava em você. Eu realmente fui a melhor que eu podia ser para alguém, mas me esqueci que nem todo mundo está preparado para receber o melhor do outro. Sempre perde aquele que não sabe receber amor.

{ Imagem: reprodução } 

Quem não sabe receber amor faz tudo perder o encanto, o brilho. É como se toda e qualquer magia acabasse. A sensação é de beijar um sapo e continuar com ele, sem se quer enxergar um príncipe ali. Não estou falando de expectativa, estou falando de amor. Expectativa a gente cria, amor a gente cultiva. Um pouquinho por dia, com um passo de cada vez.

Aquele que não sabe receber amor, sabe sentir falta. Aquele que dá amor, sabe fazer falta. E para quê serve a falta se existe o amor? Pois é Cássia Eller, o mundo está ao contrário e ninguém reparou. Nós realmente aprendemos amar aquilo que nos faz falta, porque quando aquilo é real, não damos o devido valor.

Eu aprendi dar valor às coisas/pessoas/situações que estão comigo. Vivo o hoje, sem pensar muito no amanhã ou no depois. Porque o amor é hoje, é agora, é a vontade, é dar valor agora. Eu sei que é difícil, porque o sentimento de perda é a pior dor que pode existir, e enlouquece mais que dor de dente. Portanto, saiba se fazer presente quando preciso. E saiba que quando oferecemos o nosso melhor e chega a nossa hora de partir, a gente sabe fazer falta.
Porque volto à repetir, perde… quem realmente não sabe receber amor.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.