CULTURA POP | GIVEN

0

Leia ouvindo: Mild Orange – Some feeling 

Já fazia algum tempo que “Given” estava na minha lista de filmes da Netflix. Eu ando bem apegada a documentários, mais do que filmes ou séries. Talvez pela realidade que vem a tona a cada cena.

“Given” é um marco! Mesmo com o meu curto tempo, fiz a promessa de assistir um filme/documentário pelo menos uma vez na semana. Além de aumentar o repertório de uma maneira significativa, ainda ajuda a desligar da correria do dia a dia.

“Given” é o documentário de Jess Bianchi sobre a jornada dos Goodwins, uma familia de surfistas que viaja por 14 meses mais de 15 países, em busca de boas ondas e grandes ensinamentos.

Eu nem preciso dizer que a fotografia além de ser incrivel, emociona. A narrativa fica por conta de Given, que na época tinha apenas três anos de idade.

O pai de Given, Aamione, é surfista profissional e já foi campeão diversas vezes na tão aclamada Pipeline, Hawaii. A mãe, Daize Shayne, é bi-campeã mundial de longboard, ou seja, o surfe é o cenário principal para construir essa boa historia.

Com a ideia de apresentarem para o filho, Given, o mundo de uma maneira diferente, decidem então, sair em viagem. Com inúmeras possibilidades de lugares, vida nômade e muito simples, o documentário nos mostra que liberdade e referências são duas coisas muito importantes para serem mostradas para uma criança.

Sem o tradicionalismo que estamos acostumados, Aamione e Daize, trazem a tona questionamentos sobre a nossa maneira de olhar a vida, as referências que temos e que vamos/compartilhamos com os nossos filhos. Tanto que na primeira parte do documentário, Daize está grávida de True, e durante toda a narrativa, Given, também mostra a evolução da irmã.

Longe de serem uma família perfeita, os Goodwins, trazem para realidade importantes observações, e mostram, através da simplicidade que vivem, as inversões de valores tão presentes no nosso dia a dia.

Given é um garoto de sorte, mas nós somos mais sortudos ainda em poder assistir um documentário como esse e despertar para uma realidade mais simples, humana e verdadeira.

O filme está disponível na Netflix 😉

Juliana Manzato

Juliana Manzato

Apaixonada por amor, cachorros, textos e coisas inspiradoras.Adora fotografia, mar, sol, doce de padaria, verão e olhar o céu azul. Faz da vida poesia e textos. Muitos textos!Sonhos? Vive deles
Juliana Manzato

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.