De tudo ao meu amor serei atento

1
{ Imagem: reprodução } 

Nada era tão bonito quanto o sorriso no rosto deles. Sorriso de amor. Sorriso de escolha, para uma vida inteira.
Ela tinha achado o príncipe. Ele tinha achado a mulher para dividir a vida.
Os dois foram unidos pelo acaso, num dia comum de verão. Não foi nada parecido com conto de fadas, mas foi bonito e verdadeiro.
Quando o acaso decide unir, prepare-se que é para a vida inteira. Histórias de amor, podem ser eternas ou temporárias, mas ainda continuam sendo histórias de amor. E eles construíram uma história de amor, respeito, admiração e alegria. Passaram por toda e qualquer dificuldade que casais passam, mas eles tinham algo especial. Quando algo no relacionamento “quebrava”, eles teimavam e consertavam. Por quê? Porque acreditavam na escolha que tinham feito naquele dia de verão e sabiam que aquilo seria para a vida inteira.

Acreditavam no “infinito enquanto dure”, mas no Soneto da Felicidade, de Vinicius, tem uma parte que quase ninguém repara…

De tudo ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.
Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvou hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento.
(…)”

Não estavam juntos pensando em não dar certo. Faziam do relacionamento uma conquista diária e conjunta. Por que amor é isso, é ser atento antes, persistente, compreensivo, andar junto para a mesma direção e principalmente, não desistir.

Se exister algum segredo para ser feliz ao lado de outra pessoa, talvez seja esse, não desistir. E os dois escolheram isso, ir além ao invés de simplesmente desistir da própria escolha.

1 comentário

  1. Luane Silvestre Diz

    “Se existir algum segredo para ser feliz ao lado de outra pessoa, talvez seja esse, não desistir.” ♥

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.