E SE ISSO FOR VERDADEIRO?

0

Leia ouvindo: Vanguart – Meu sol

A gente nunca sabe como as histórias terminam, mas sabe exatamente como começam: olhos nos olhos, beijos carinhosos, algumas confidências ditas nos locais mais inusitados, troca de mensagens sem horários pré-estabelecidos e pronto, como num passe de mágica, está lá você, envolvida dos pés à cabeça. Completamente, com toda a redundância que os sentimentos permitem!

E se isso for verdadeiro?! O que farei, eu, então?! O que faremos nós?!

A interrogação que me acompanha, diariamente, questiona o limite da razão. A exclamação, faceira, me aponta para a alegria que transborda no meu coração quando você vem. Parece clichê, eu sei. Parece infantil também. Se você promete vir, eu passo todo o tempo contando os segundos até você chegar. Ah, se você soubesse o tanto!

Fotografia: Juliana Manzato

Mas e se for verdadeiro?! O que eu faço com isso tudo, afinal?! Vivo em segredo? Guardo para mim, ou saio gritando para o mundo todo ouvir?Compartilho contido meus desejos mais íntimos e a minha vontade de que seja reticências, e não ponto final?

As dúvidas dançam agarradinhas na emoção como num baile de máscaras, onde os gestos falam, as insinuações vivem, mas nada é tão nítido que nos permita a dimensão exata do que está acontecendo.

Fecho os olhos e sinto, sem conseguir o que estou vivendo…

Manu Berbert

Manu Berbert

Baiana. Tom de voz alto, personalidade forte e palavras firmes. Observadora do mundo, das pessoas e dos seus comportamentos. Os olhos apontados para tudo, mas o dedo geralmente apontado para si mesmo.
Manu Berbert

Últimos posts por Manu Berbert (exibir todos)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.