Foi quando te encontrei

0
{ Imagem: reprodução }

“Foi quanto te encontrei, ouvindo o som e olhando o mar…” Charlie Brown Jr, nunca tinha se encaixado tão bem nos ouvidos. Sabe aquela sensação de bater o olho em uma pessoa e saber que era justamente ela que você tanto procurava? Pois é. Aconteceu. 

Depois de tantos beijos incertos, despedidas doloridas, cama vazia e coração apertado, encontrei. A sensação era de ter encontrado aquela peça que faltava para completar o quebra-cabeça, ou mesmo de achar dinheiro no bolso. Era uma felicidade simples, plena, que tinha um brilho especial. 
Sempre fui do mar, e encontrei o que eu tanto queria ali… na beira da praia. Uma troca de olhares bastou para saber que era você, e só você. Agora eu entendo quando dizem que quando a gente encontra a pessoa da vida, o coração bate mais forte e a certeza chega de repente. 
A ansiedade dá lugar a calmaria, a vida parece que tem mais alma e enfim, existe alguém para dar a mão o restante do caminho. 
Alguns procuram um grande amor, outros a felicidade, eu que estava perdida, achei o que eu mais queria, e não largo por nada. Tenho que concorda que aquilo que é realmente bom, chega de repente. Sem alardes. Sem promessa. Só com amor. 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.