Morando sozinha | Bate papo

0

Leia ouvindo: Communions – Forget it’s a Dream

Tirei o pé do acelerador esses dias e fiquei quieta, curtindo a minha casa. Fazia tempo que não cuidava de quem sempre me acolhe, em dias bons ou ruins. Bati um papo sincero com as paredes. Falei sozinha mesmo. É bom conversar em voz alta para organizar as ideias.

Escolhi o endereço que moro por acaso, e me lembro como se fosse hoje da primeira visita. “Vai ser esse aqui”. E assim anda sendo, até o dia de entregar a chave na imobiliária. Minha coisas já não cabem mais aqui. Minha vida já não entra mais por aquela porta. São muitas histórias vividas em um apartamento tão pequeno.

E se quer saber, apesar da bagunça toda que é mudar de casa. É preciso sacudir o coração, mudar a energia, achar um novo local para estabelecer a vida e seguir para as novas histórias. Quando a vida der sinais que não cabe mais no espaço que está, acredite, é hora de transformar.

morando sozinha

[ Imagem: reprodução ] 

A saudade provavelmente vai bater em dias comuns. Vou sentir saudade do pôr do sol da sacada, do barulho da avenida que passa em frente, da demora do elevador para chegar no meu andar, das festinhas que aconteceram por aqui, e até dos vizinhos que eu não conheço. Vou sentir saudade dos meus porteiros, tão dispostos a ajudar.

No caminhão da mudança, vou levar tudo que tenho com aquele cheiro de saudade. Vai te fazer bem mudar, menina. Aqueles quadros novos já não cabem nessas paredes, a mesa de jantar que você quer não vai ficar legal na sala, a cozinha não está como você quer e aos poucos você percebe que a antiga vida não deixa a nova chegar.

Arrume as malas, guarde as lembranças nas caixas e vá. Faça uma reforma se for necessário, o novo morador da sua antiga casa também traz uma vida nas malas. Dizem que é moradora, estudante do primeiro ano, veio de uma cidadezinha próxima, vai morar sozinha. Uma identificação imediata, já quero abraça-la para desejar sorte. Que ela viva histórias incríveis no mesmo lugar onde vivi as minhas.

Boa sorte garota! Que a sua vida transborde no meu – já – antigo espaço, seu novo apartamento. Seja feliz – e fique esperta com o lavabo, ele costuma dar problema de encanamento vez ou outra.

2015_Ju

Juliana Manzato

Juliana Manzato

Apaixonada por amor, cachorros, textos e coisas inspiradoras.Adora fotografia, mar, sol, doce de padaria, verão e olhar o céu azul. Faz da vida poesia e textos. Muitos textos!Sonhos? Vive deles
Juliana Manzato

You might also like More from author

Leave A Reply

Your email address will not be published.