MOVIMENTE-SE | ESCOLHA A ENDORFINA

0

Leia ouvindo: Armin van Buuren – Freefall 

Eu demorei para começar esse texto. Queria falar da endorfina de uma maneira menos óbvia. Queria que ela fosse inspiradora para quem lê, assim como é para mim.

Fui buscar inspiração nas minha memórias de infância, o esporte está em boa parte delas. Também pudera, cresci num ambiente que estimulava a prática esportiva por todos os lados, já que desde que me conheço por gente, meus pais eram sócios de um clube poliesportivo na minha cidade natal.

Experimentei os mais diversos esportes, natação, tênis, basquete, vôlei, futebol, judô, Muay Thai, futsal. Foi nesse ambiente que fiz meus amigos, que estreitei ainda mais a relação com os meus pais, que conheci verdadeiras inspirações diárias, professores e sócios do clube que viam ali uma extensão da casa. O esporte era o meu meio social.

Passar dias sem praticar qualquer atividade para mim era o cúmulo do tédio, não me conformava. O vínculo eterno com a tal da endorfina começava ai. O que eu não sabia é que com o passar dos anos essa relação ficaria ainda mais intensa.

Fotografia: Juliana Manzato

Tudo bem que crescer inserida no meio esportivo me dá certa vantagem, mas não pense que é fácil, a zona de conforto também me abraça. E tudo bem ter preguiça. Eis o meu primeiro aprendizado: endorfina ganha intensidade com disciplina.

E a disciplina começa pelas nossas escolhas. Se você não tem 10 min do seu dia para cuidar de você, comece a rever a sua vida. Ou melhor, sua bomba relógio.

Separe 3 momentos da sua semana para praticar qualquer esporte ou atividade física. Escolha um horário que seja só seu e dedique-se a ele. Esqueça essa história de corpo bonito, isso as revistas vendem para você. Coloque foco no seu bem estar, no momento que tem para você. Se você vai caminhar dois quarteirões ou treinar para uma maratona, não importa. O que importa nesse momento é deixar o aconchego da sua zona de conforto e movimentar seu corpo.

Sair da zona de conforto exige certa coragem, já que suas maiores desculpas aparecem no pior dos formatos, o tapa na cara. Vai dar trabalho, mas te garanto, você vai adorar ter uma vida fora da zona de conforto.

Escolher a endorfina é começar a ter disciplina. É só começar. Você não precisa de grandes objetivos. Sair da zona de conforto já é, por si só, um grande objetivo.

Vamos?

Para animar o seu primeiro encontro com a endorfina, você pode ouvir essa playlist aqui:

Juliana Manzato

Juliana Manzato

Apaixonada por amor, cachorros, textos e coisas inspiradoras.Adora fotografia, mar, sol, doce de padaria, verão e olhar o céu azul. Faz da vida poesia e textos. Muitos textos!Sonhos? Vive deles
Juliana Manzato

Últimos posts por Juliana Manzato (exibir todos)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.