Não tão profundo

0
 Significado de raso: adj. Cortado rente à pele, tratando-se de pêlos; rapado. Rente ao fundo: rio raso. Que não tem cogulo: medida rasa. Liso, sem lavores nem distintivos: escudo raso.
Imagem: reprodução

Em um mundo de pessoas rasas, tentar mergulhar mais fundo talvez não seja a melhor opção. Talvez a errada seja eu, intensa demais, profunda demais. Complicado, eu sei, não sou perfeita e muito menos rasa. Sei lá, sou daquelas que quando mergulha, mergulha fundo. Seja no amor, amizade, trabalho, projetos ou qualquer outra coisa. Sou curiosa demais e quero saber o que tem lá em baixo. É como pular do alto de uma escuna em alto mar, maior sensação de liberdade do mundo, e confesso, de medo também. O que será que tem lá em baixo? Talvez a liberdade e a profundidade sejam as coisas que o ser humano tenha mais medo. Medo daqueles de apertar o coração, de querer fugir. Medos profundos, de apertar o coração, enfraquecer a cabeça e fazer qualquer minhoca encontrar num cantinho da idéia. Puta que pariu!

Esquece as minhocas, menina! Encara a profundidade e vai com fé. Profundidade é bom, é algo novo, talvez desconhecido, mas cheio de aprendizado, de descoberta. Seja curiosa, pelo amor de Deus! Curiosidade não mata, ensina. Morria de medo do bicho papão em baixo da minha cama, mas enquanto não encarei meu medo e fui olhar lá no escuro pra ver se encontrava algo, advinha? Ficava no mesmo lugar e em pânico. Quando eu descobri que ali, ao invés do bicho papão tinha brinquedos perdidos, senti um alívio e descobri o novo.

Não escolho o raso, vou descobrir o profundo. Sentimentos, lugares, pessoas ou coisas. Se joga, não se arrependa, não tenha medo, não corte as próprias asas, seja livre. Nada é tão raso. Tudo é mais profundo. Bem mais profundo do que a gente imagina, na verdade. E ai, vamos pular?

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.