Nós não temos o controle…

7
Mulheres do meu Brasil, é fato, temos a infeliz mania de tentar controlar tudo, inclusive os homens.
Me incluo no time das controladoras, queremos controlar a nossa vida e a de quem está a nossa volta. Não basta ser mulher… tem que controlar!
Controlar a conta no banco, os horários, as reuniões, o trabalho, o chefe, as amigas e claro, o homem (leia-se marido, rolo, ficante, namorado ou amante!).
E a pergunta que não quer calar: por que fazemos isso?
Somos inseguras demais com atitudes, ações que saem do nosso controle, pelo simples fato de termos medo de decepcionar, de não conseguir lidar com a situação ou pior sentir que não existe mais chão debaixo dos pés…
O post de hoje é dedicado aos meus amigos homens e eu explico o por quê. Desde sempre fui um ‘banco de conselhos’ para os meus amigos sobre mulheres e uma das coisas que eu mais ouvi na vida foi: detesto mulher que me controla!
Pobre dos homens (ok, essa é a hora que as mulheres me odeiam!! rs), eles só querem o tempo deles, sair com os amigos, tomar uma cervejinha, falar de mulher, de negócios, de carro, jogar baralho, tomar uísque e por que não sentirem um pouquinho de liberdade! Que mal há nisso mulherada??!!!
Controlamos tanto a vida deles….poxa, precisamos dar um “tempinho” para eles e para nós!
É uma delícia, sair com as amigas, tomar um chopp, conversar de relacionamento, moda, homens bonitos, música, cinema… enfim.
Pra que controlar o que o homem faz ou deixa de fazer?! Se ele quiser te trair, vai fazer isso em qualquer lugar, você controlando ou não. Entrei nessa “etapa” de traição, por sim (HOMENS LEIAM ISSO!!!), temos PAVOOORRR DE TRAIÇÃO, e a nossa insegurança e controle, vem daí…
Portando, deixar a mulher amada segura de si e do relacionamento de vocês, ajuda DEMAIS na hora dela ser legal com você (#ficaadica).
Como já disse em posts anteriores, nós mulheres esquecemos muitas vezes que relacionamento é um + um + um, ou seja, VOCÊ, ELE e o RELACIONAMENTO DE VOCÊS. Não dá mais pra abrir mão de fazer qualquer coisa por causa de um homem, alguém já viu algum homem abrir mão de uma proposta ótima de trabalho por causa de uma namorada?! O contrário sempre acontece…infelizmente! Por que temos outro péssimo defeito: valorizamos demais relacionamentos!!!!!!
Cresci ouvindo da minha mãe que homens adoram liberdade e mulheres precisam dar essa liberdade a eles, e aí que entra um truque: a falsa liberdade! É fazer com que aquele homem se sinta livre, mas que também sinta sua falta, queira sair com os amigos, mas que depois queira o seu colo, que sinta saudade, falta das conversas de vocês, ou até mesmo te convide para assistir o tão sagrado futebol com ele…
Tenho uma frase ótima: Deixe o homem ser a cabeça da relação, mas não esqueça que você é o pescoço!
Calma minha gente…sou a favor da liberdade, de falar, de relacionamento, do amor, do viver junto, de estar apaixonado, dos beijos, abraços, viagens… ok, tá ficando romântico demais essa história…
Mulheres vamos aos relacionamentos com falsa liberdade, por favor!

Foto: reprodução

Beijos

Juliana Manzato

You might also like More from author

7 Comments

  1. Gustavo says

    Excelente post Ju!!! Agora quero ver a mulherada colocar na prática! rs

    Beijos

  2. Camila (FruFru Lingerie) says

    Pra variar, amei o post!!! Seu blog ja começou com o pé direito!!
    Essa nossa mania de controlar tudo e todos é complicada, mas quem sabe um dia nós possamos deixar ela de lado, ou pelo menos disfarçar melhor, rs…

    Beijoo querida, sucesso sempre!

  3. Alexandre Monteiro Chequim says

    Simplesmente DEZ.
    Vou imprimir em fonte 8 e levar na carteira. 🙂

  4. Dona Oncinha says

    Gu,

    Se todas as mulheres seguirem o que eu disse, garanto que serão felizes não é mesmo?! rs*
    Valeu pelo coment!

    Beijos

    Ju

  5. Dona Oncinha says

    Cá,

    Fofa, to adorando saber que to fazendo um trabalho bem feito =) Que bom que tem gostado =)
    Mas vamos combinar, sem ser controladora hein?! HAHAHA

    beijos

    Ju =)

  6. Blog TodaBeleza says

    Totalmente apoiada, Ju! Tb compartilho da mesma opinião e procuro não pegar no pé do marido, pois parto do princípio de não fazer para o outro o que não quero que façam a mim. 🙂

    Bjux,
    Paula

Leave A Reply

Your email address will not be published.