O MELHOR LUGAR PARA REFLETIR É O CHUVEIRO

0

Leia ouvindo:  1Kilo – Deixe Me Ir

Antes de dormir o corpo pedia calma, a mente tentava desligar, mas nada solucionaria a urgência de corpo e alma como uma boa chuveirada quente.

Normalmente o banho consiste em limpar tudo o que está sujo com uma boa dose dos sabonetes mais cheirosos, shampoo e condicionador e, para a grande maioria das mulheres, mais uma centelha de produtos.

Aquela água quente também aquece as emoções e desliga o pensamento. É como uma chuva engarrafada e quente nos dias frios. Confesso que gastei um pouco de água, e fiz do meu box quase o meu refúgio com o vapor mais quente que o meu chuveiro conseguiu me garantir.

Fiquei um par de segundos apenas olhando as pequenas gotículas se formando na palma da minha mão e deslizando diretamente para o ralo. Desculpa natureza, eu tive que ser um pouco egoísta.

Fotografia: Juliana Manzato

Enquanto olhava as gotas, todas as dúvidas foram esvaindo e aquela epopeia emocional aparentemente foi com ela. Esperemos a TPM para saber a realidade.

Refleti sobre o que os amigos e irmão disseram. Um coração e ego feridos em um mesmo status de relacionamento não são muito fáceis de compelir.

De tempos em tempos a glote fecha, a fome falta, o ódio aparece nas pupilas. Eu precisava tirar tudo isso do meu estábulo pessoal, naquele momento era apenas mais um animal dominado por seu dono, precisava lembrar a mulher incrível que sou.

Fiz check em vários pontos que ouvi, refleti sobre todos os momentos, rememorei cada beijo, cada mão na cintura, cada momento de travessura a dois, cada criancice, cada brincadeira de cosquinha e coloquei naquele compartilhamento do cérebro de momentos felizes, os momentos difíceis quis deletar, mas coloquei no compartilhamento de crescimento e valoração pessoal.

Naquele momento no chuveiro renasci. Sei que não vou deixar de pensar no seu nome, sua face e sempre estarei pensando suas possíveis atitudes.

Mais uma vez eu Fênix ressurgi. Enquanto as gotas formavam enxurrada de limpeza no meu corpo, limpei a alma, me permiti te amar, me permiti te agradecer e te esqueci.

Luiza Pellicani

Luiza Pellicani

Jornalista que perdeu o filtro quando nasceu. Fala e faz o que dá na cabeça. É apaixonada por jornalismo, escrita, música, vida e por pessoas. Balada é comigo. Cinema é comigo. Netflix é comigo. Família é comigo. Nos amores, aproveite, as coisas podem mudar. E não esqueça, máxima do 8 ou 80 não funciona comigo.
Luiza Pellicani

Últimos posts por Luiza Pellicani (exibir todos)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.