O que fazer da própria vida para que ela não pareça um desperdício?

1

“Ao final, diz coisas desse tipo: “Se alguém me perguntar se eu faria tudo de novo, eu responderia que não. Tenho pavor de cometer os mesmos erros.”
Com 52 tons de cinza nos cabelos, eu já sou capaz de perceber que o exemplo de Gabeira oferece uma magnífica lição de vida. Não se acomode nos seus valores, ele sugere. Tenha coragem de mudar o seu caminho, persevere nas suas convicções, mas seja tolerante com os demais. Aceite as suas dúvidas e construa a partir delas. Ame, case, faça filhos. Não permita que a vida encha o seu coração de lixo. Há um momento do livro em que Gabeira conta como costuma refletir sobre as críticas que recebe: nadando. À medida que as braçadas avançam, as acusações vão lhe parecendo cada vez menos injustas. Sua conclusão: A endorfina previne o ressentimento.”

Trecho do texto de Ivan Martins sobre o último livro de Gabeira, “Onde está tudo aquilo agora?”, na Revista GQ n.º 22. 
{ Imagem reprodução } 

1 comentário

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.