Por um mundo onde as pessoas arrumem mais o tapete ao invés de puxá-lo

1

Coragem de puxar o tapete, uma maioria covarde tem. Quero ver ter coragem para arrumar a “casa”onde fica esse tapete. É, essa parte ninguém quer.

Ser humano é mesmo uma loucura! Uma corrida para viver uma vida e curtir o próprio caminho, mas tem gente que insiste em cuidar da vida e estragar o caminho… do outro. Como somos ridiculamente bobos! Fala sério, uma vida resumida em puxar, esticar e colocar sujeira em baixo do tapete.

{ Imagem reprodução }

Acho maravilhosa essa mania de querer a sinceridade do outro, mas não aceitá-la. Sim, não aceitar! O mundo não está preparado para pessoas sinceras ou autênticas. Aliás, nunca vai estar.

Não me surpreendo mais em como as pessoas estão vendidas, por nada ou por tudo. A preococupação é ter do bom e melhor, não SER do bem e melhor. Precisamos julgar, culpar, humilhar e colocar o outro lá em baixo para mostrar uma superioridade babaca!

Eu posso achar o que eu quiser de você e você o mesmo sobre mim. Viva a diferença, minha gente!
E sendo assim, não é porque a minha opinião é diferente da sua, que você precisa fazer mal para mim. Não é porque eu sou magra/gorda que você precisa indicar os meus defeitos para exaltar as suas qualidades. E não é porque eu tenho valores/religião/opinião política diferente da sua que sou pior ou melhor do quê você. O mundo é diferente justamente para aceitar todos os tipos de pessoas. E não é porque é diferente do quê acha que você precisa puxar o tapete ou fazer mal ao próximo. Ou você acha que puxar o tapete aqui e falar de Deus no facebook vai compensar o mal que fez? Deus tá vendo, viu?

Prefiro ser sincera do quê ser falsa.
Prefiro ser honesta e dizer verdades do quê omitir algo que penso (mesmo que isso custe um preço alto).
Prefiro ser da verdade e dos meus princípios, do quê acreditar em uma opinião alheia e ter rabo preso.
Prefiro arrumar o tapete do quê puxar.

Por fim, prefiro acreditar na Lei do Retorno, aquele que acontece para todo mundo e que  dinheiro nenhum compra a possibilidade dela não acontecer, para os mais antigos, as tais voltas do mundo.

Acredito que exista uma força maior que nos ensina à evoluir aprendendo com os próprios erros e olhando para o nosso caminho, e nos protege de tropeços ou tombos do tapete. Por que independente do quão boa é a vida do outro, precisamos olhar para a nossa, além de cuidar, limpar e arrumar o nosso próprio tapete.

 

1 comentário

  1. Daniele Dias Diz

    Adoro os seus textos! Se todos pensassem ou agissem assim, o mundo seria muito, muito mlehor!!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.