QUANDO A FODA É BOA

0

Leia ouvindo: Massive Attack – Paradise Circus

Quando a foda é boa, em geral o relacionamento em si é ruim. Sabemos que existem algumas boas exceções, e obviamente não vem como exemplar pra gente. Em casos como esse dá para aplicar aquela máxima dos 80/20. Salve-se quem puder!

Foda boa é foda com química, sem frescuras, nojinhos ou joguinhos. É saber que o pedido “Me pega de jeito” será atendido com maestria. É também, saber que foda boa pode ser sim ser suja, recheada de desejos, palavrões e tudo que se tem direito.

Foda boa é a certeza que ali, entre você e o outro, existe a cumplicidade do agora.

Falando assim, a foda até poderia ter ares de amor, mas sabemos que não é bem assim. Quanto maior a química, maior também a decepção na vivência corriqueira.

Parece que com a decepção de um dos lados a equação fecha.

Cansei de ouvir histórias onde a foda boa era confundida com amor. Há quem diga que exista ligação entre ambos, para mim não. É nítido que uma hora ou outra, as expectativas desalinham. Um vai procurar no outro a foda, o outro por sua vez, vai confundir com amor.

Convenhamos, existem coisas que é de bom tom não misturar.

Fotografia: Marcus Steinmeyer

Relações saudáveis também possuem química, mas não são feitas apenas disso. Está ai a diferença. Já disse uma vez e repito, sorte de quem encontra na mesma pessoa o amor tranquilo e aquela foda que beira o caos. Relações que possuem mais química do que convivência tendem a ser fracassadas. O amor não se constrói no desejo.

Talvez por isso, das tantas histórias que ouvi e das pouquíssimas que vivi, tenho cada vez mais certeza que quando a foda é muito boa, dificilmente ela virará amor. Muito pela intensidade do desejo, e pouco pela rotina que exige o amor.

Não existe paciência para foda boa, é agora. Isso. Assim.

O amor pede construção, escolha e inteiros. Para foda boa, dois quebrados com desejos acumulados, basta. Enquanto um lado cria expectativa, o outro sacia o desejo. Enquanto um dos lados procura a cola para os próprios cacos, o outro quer distração depois de um dia ruim.

Ninguém está ileso da exceção, somos apenas apegados demais as expectativas.

Foda boa costuma ser, bem, somente foda boa.

Acostume-se.

Juliana Manzato

Juliana Manzato

Apaixonada por amor, cachorros, textos e coisas inspiradoras.Adora fotografia, mar, sol, doce de padaria, verão e olhar o céu azul. Faz da vida poesia e textos. Muitos textos!Sonhos? Vive deles
Juliana Manzato

Últimos posts por Juliana Manzato (exibir todos)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.