QUEM PODERÁ NOS PREVER?

0

Leia ouvindo: Barão Vermelho – Bilhetinho Azul 

Reviro as nossas fotos. O meu sorriso nelas. Me reviro inteira. Tenho a sensação de que o meu coração não quer te esquecer. Não, não pode ser. Não ficou combinado isso tudo. Traço planos, faço histórias. Vivo cada uma delas exatamente como deve ser. Começo, meio e fim.

Mas é incrível como o que a vida tem reservado para a gente é maior do que conseguimos conter. Do que conseguimos entender.

Fotografia: Juliana Manzato

Uma avalanche que chega, e quando a gente se dá conta, estamos tomados inteiros. Sugados. Imersos. Sobrevivendo entre as regras do mundo. Não há o que descrever, mas há, sim, e talvez, um longo caminho a percorrer.

A intensidade me assusta. Me embrulha o estômago, consome meus dias.

Guardo na memória, com muito carinho, todas as trocas de olhares, desde o comecinho. As palavras não ditas. A sua sincera companhia. As longas conversas, como quem de tudo já sabia. E me pergunto. Me interrogo.

Quem poderá, hoje, prever?

Manu Berbert

Manu Berbert

Baiana. Tom de voz alto, personalidade forte e palavras firmes. Observadora do mundo, das pessoas e dos seus comportamentos. Os olhos apontados para tudo, mas o dedo geralmente apontado para si mesmo.
Manu Berbert

Últimos posts por Manu Berbert (exibir todos)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.