Tempos Modernos

0

Amo música! Posso dizer que tenho uma rádio na cabeça. Todo dia, várias delas ficam tocando; algumas, por horas e horas no “repeat”…

Pois é, mas por que justo “Tempos Modernos” ficou no meu repeat mental nesse dia 12 de junho?

Nada contra, muito pelo contrário! O grande mestre Lulu Santos mandou muito bem e agora o Jota Quest ainda deu uma boa repaginada…

Só que, num primeiro momento, com um olhar superficial, não parece lá tão romântica pra data; não que eu quisesse passar o dia 12 com “Evidências” ou “Need You Now” na cabeça. Nada contra também (elas são lindas), #sóquenão, dia 12 não né! rs

No chuveiro veio a resposta! E quantas respostas na vida não conseguimos de lá…

Para minha surpresa, contrariando as previsões, não vi muita gente reclamando do dia dos namorados. A maioria tratou de brincar com a data!

Os namorados ok, estavam todos com planos: natural, o dia é deles!

Só que a maioria dos solteiros também não ficou pra baixo não, e tratou de brincar um com o outro; ouvia-se “feliz dia dos namorados” o tempo inteiro, meio que de “brincadeira”. Mas todos nós sabemos que brincadeiras têm aquele fundo…ou não têm?

Enfim: todo mundo levou na esportiva e não teve medo de se expor um pouquinho “por brincadeira”. Será que é “um novo começo de era, de gente fina, elegante e sincera, com habilidade (e inteligência) pra dizer mais sim do que não”? Mais sim pro amor? Mais sim pro romance? Será?

Pode ser. Aliás, espero que seja!

Afinal, temos muuuuito que consertar: nossa geração deu uma BOA FERRADA nos relacionamentos. “Ficar” é bom, claro…”vamos dar uma experimentadinha”?? E se não for bom?? Fácil, a gente troca!

Depois da “maravilhosa” invenção nossa do “ficar”, veio Orkut, Face, Insta, Whatsapp, pra “melhorar” ainda mais a situação!

Com a “oferta online”, hoje se troca de “ficante” tão fácil como se muda uma foto passando o dedo na tela!

Pra que sair de novo, se eu não curti aquele defeitinho e já tem outra na espera? Pois é, só que nessa de “próxima, próxima, próxima”, nós esperamos que chegue a perfeita que nunca chega.

Por que será? Óbvio: somos perfeitos? Claro que não!

Critico essa postura, mas serve pra mim também! Assim como muitos, tenho que ler umas 30 vezes esse texto pra ver se a mensagem entra por osmose! Claro que existe um agravante complicado: quanto mais velhos ficamos, mais exigentes nos tornamos. Isso é natural. Somando-se à “oferta online”, a situação complica de vez: ficamos sempre esperando mesmo a mulher perfeita. Quando enfim ela chega, aí vem mais uma questão: tem que “bater”, dar o “click”, o “estalo”, a vontade de ver de novo, e de novo, e cada vez mais, tipo “Eduardo e Mônica”.

Quem já viveu isso alguma vez na vida sabe o quanto é bom, e como fica praticamente impossível começar algum compromisso se o “click” não acontece. Esperar que isso aconteça, na minha opinião, também não está errado – está certíssimo! Mas então o que fazer????? Talvez reverter o processo. Talvez parar de querer sair por sair, ficar por ficar, sexo por sexo etc.

Sair sim, pra conhecer melhor – mas se já existe alguma aproximação para um real interesse! Uma de cada vez pra nós, um de cada vez para as mulheres; nada de ficar com a “regra dos satélites”, tendo umas 05 “luas” rodeando sempre. Imaginem se os seus Whatsapps e Facebooks falassem?? rs

Está na hora de se ter mais CONSISTÊNCIA, mais história; ficar por ficar é ótimo naquele momento, mas depois os domingos vêm e são implacáveis, talvez até piores que as segundas-feiras. Justo os domingos, que deveriam ser incríveis! Então ainda há esperança??? Claro que há!

 Ver as pessoas menos amargas no dia dos namorados foi ótimo! Ver as brincadeiras, os “lamentos” bem humorados, a valorização do amor, foi excelente e surpreendeu!

A exposição dos sentimentos pelo lado leve da brincadeira é sempre importante, para que as pessoas se mostrem e percebam que todos têm coração, e, no fundo no fundo, até os solteiros mais convictos na verdade querem encontrar alguém especial!

Vamos ter mais ATITUDE gente (ah, como eu gosto dessa palavra)! Vejo todos reclamarem de rotina o tempo inteiro! Quer oportunidade melhor de se sair da rotina do que começar um romance verdadeiro? Uma pessoa nova MUDA absolutamente TUDO! Outros pensamentos, outras programações, outras histórias…outra VIDA, na essência pura da palavra!

 “Eu quero crer no amor numa boa, que isso valha pra qualquer pessoa…” Afinal, o amor traz alegria, norteia, dá sentido à vida! Se “o tempo voa, escorre pelas mãos”, melhor aproveitá-lo da melhor forma possível, com um amor verdadeiro ao lado; não é mesmo?

{ Imagem reprodução }  

Texto de Fernando Pompeu. 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.