TURBILHÃO

0

Leia ouvindo: Outro Eu part. Sandy – Ai De Mim

Não sei qual é a força da maré que me puxa para você.

Foram infinitas vezes que eu disse a mim mesma que não queria mais e de repente estava eu na sua cama e com um sorriso no rosto de causar inveja.

Fotografia: Juliana Manzato

Eu tinha um plano, ele não deu certo. O plano era o mesmo de sempre. Seguir para o horizonte o mais rápido possível, no primeiro adeus. Mas não deu muito certo.

Viciei no seu humor ranzinza, me acostumei com seus discursos de vida e me vi nessa rotina de morde e assopra assustadoramente boa.

Procurei em seus trejeitos particularidades das pessoas que mais admiro, e admito, fui descobrindo motivos próprios seus para amar.

Admito, estou em busca do meu espaço em sua vida, mas como seria possível tentar qualquer outra coisa?

Você já conhece as minhas falhas, meus gostos, minhas loucuras.

Você me afugenta, mas me aconselha e me inspira.

Quando dou por mim, mesmo nesse turbilhão todo, já estou sorrindo e isso já me basta!

Luiza Pellicani

Luiza Pellicani

Jornalista que perdeu o filtro quando nasceu. Fala e faz o que dá na cabeça. É apaixonada por jornalismo, escrita, música, vida e por pessoas. Balada é comigo. Cinema é comigo. Netflix é comigo. Família é comigo. Nos amores, aproveite, as coisas podem mudar. E não esqueça, máxima do 8 ou 80 não funciona comigo.
Luiza Pellicani

Últimos posts por Luiza Pellicani (exibir todos)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.