Um tal de gostar

2

Foi em uma conversa boba sobre relacionamento que aconteceu. Achei a resposta perfeita para alguém que ainda vai tentar ser perfeito.

{ Imagem reprodução } 

Me perguntaram: – Mas o quê você quer em um relacionamento?
Respondi prontamente que sabia o que eu NÃO queria. E juntei o clichê à uma poesia perfeita: Eu quero alguém que gosta de gostar de mim.

Alguém que não veja carinho, agrado, pequenas surpresas e atenção como obrigação. Quero alguém que goste de tudo isso, sem obrigação, sem pressão, por amor.

Quero alguém que goste das minhas manias, defeitos e dos meus dias ruins. Gostar do meu melhor é fácil. Aliás, é fácil gostar do lado bom de cada um, difícil é gostar das crises, discussões…
Quando a gente gosta, tem que gostar também do lado ruim da relação, porque amor é convivência.

Quero alguém que goste do meu jeito, das minhas unhas vermelhas e shorts curtos. Que me admire pelas coisas grandes que fiz e que me elogie pelas pequenas também, tipo fritar um ovo.

Quero alguém que goste da ideia de cuidar, olhar e principalmente, de estar apaixonado por mim.

No fundo, a gente só quer alguém que esteja ali, sabendo te amar das formas que você jamais imaginaria ser amada.

Os Paralamas sempre tiveram razão: saber amar, é saber deixar alguém te amar.

2 Comentários

  1. jussara leitte Diz

    Nossa totalmente eu! Arrasou! Ate copiei

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.