A companhia ideal

1

por @AninhaRuiz

Vini era um típico sujeito pacífico, tranquilo de tudo, fazia qualquer coisa para manter tudo e todos em paz, sem brigas, sem discussões, sem alterações mas, se fosse preciso entrar em uma briga para proteger aqueles que ama ou seus ideais, fazia isso como macho, sem pestanejar, encarando os inimigos como em uma guerra, enfrentando a batalha com unhas e dentes.

Uma coisa que Vini fazia como ninguém era perceber as intenções das pessoas ao seu redor. Nunca se enganou! Sabia muito bem quando podia ou não confiar. Quando confiava, era cegamente, um fiel companheiro, amigo para todas as horas, estava sempre presente. Contudo, quando desconfiava da pessoa, não adiantava tentarem convencer-lhe do contrário, uma vez que seu santo não tivesse batido, não tinha nada que pudessem fazer para mudar seu comportamento, faro aguçado de quem já sofreu muito nessa vida, sabe?

Outra coisa que fazia muito bem era demonstrar seus sentimentos. De forma discreta, mas mesmo assim, era impossível não perceber aquilo que estivesse sentindo, seja quando estivesse triste, doente, feliz e inclusive carente. Justamente por essa transparência, era impossível que mentisse. Já tinha tentando esconder seus atos, claro, como qualquer mortal. Mas decidiu-se não fazer mais isso não só pelo fato de não saber, mas também por entender que não é assim que a vida deve seguir, um ser consciente…

Era amável com sua família e com a mulher que escolheu para viver… Mas amável de verdade, não em aparências, curtia fazer carinho, companhia, dormir juntinho e acompanhar nos passeios.

Vini era tudo aquilo que uma mulher espera, o verdadeiro príncipe encantado, o homem ideal! Mas… esse título não cai bem para homens da sua raça. Um vira-latas, rajado, de quatro patas, orelhas e focinho comprido e um rabo abanante.

Não confunda: “Não existe nesse mundo, uma pessoa perfeita para ser feliz contigo.” com “Para ser feliz contigo, existe nesse mundo, uma pessoa. Perfeito!” #pensenisso

Fly Away

Últimos posts por admin (exibir todos)

You might also like More from author

1 Comment

  1. Bianca says

    De fato, o companheiro ideal. Talvez o ser que nos devote mais amor em toda a nossa vida.

    Que pena não poder preencher todas as lacunas que nos ficam pela falta de outros amores. Mas de fato, amenizam. E muito!

Leave A Reply

Your email address will not be published.