A Desculpa da Barriga Chapada | Pequena Metas

Leia ouvindo: The Chainsmokers – Don’t Let Me Down (Lyric) ft. Daya

Na semana passada me questionei sobre motivação. Para onde ela foge? O que come? Vive exatamente do que? Não sei ao certo se encontrei as respostas que queria, mas descobri que assim como eu, mais um montão de gente empacou nesse assunto.

Pois bem, empacada que estou, decidi fazer algo por mim. Tirei a roupa e parei na frente do espelho. Misericórdia! Em dois anos de dedicação e alguns boicotes bons na dieta, exercícios e rotina, essa provavelmente é a vez que eu não só enfiei o pé na jaca como estou todinha nela. Chorei. Chorei de raiva. Joguei toda a minha dedicação fora por momentos de prazer… comendo!

Não, não era nutrindo o meu corpo, era comendo por ser gulosa. Quem precisa comer pão francês quentinho depois de já ter jantando e após as 20h? Ninguém. Quem precisa comer aqueles restos dos ovos de páscoa perdidos na geladeira às 21h porque vai trabalhar até tarde? Ninguém. Quem precisa de vida social durante a semana quando se tem um milhão de projetos para entregar? Ninguém.

A motivação está faltando, mas desânimo tem de sobra por aqui viu? Respirei fundo. Que cobrança filha da puta né? Fala sério. Foda-se que eu comi, não tenho que me culpar por isso! Tenho que me culpar por não ter equilíbrio nessa vida, sabe porque? Porque quando existe equilíbrio a gente não se culpa tanto. Não sai por ai tropeçando em chocolate, pão, lasanha ou qualquer outra coisa gostosa que apareça na frente. A gente segue comendo aquilo que nutre e faz bem.

Infelizmente o caminho para o equilíbrio não é dos mais fáceis, são necessárias medidas drásticas. A gente só aprende o 80, depois de ir do 8 aos 800 né? E cá estamos nós, buscando uma motivação real, olhando cada detalhe do corpo na frente do espelho. Dá para melhorar? Muito. Você quer melhorar? Aham. Esperando por milagres? Sim. Milagres acontecem sempre? Não. Vamos correr atrás? Sim. Dessa vez vai? Tem que ir. É sempre esse drama de perguntas e respostas até o próximo pedaço de pizza.

448f5e564e2c015cad17123953537ea7

[ Imagem: reprodução ] 

Começo hoje, 30 de março, o primeiro dia da minha pequena grande meta: um mês de dedicação na dieta e 30 min de atividade física todos os dias. TODOS os dias. Ai, já me deu preguiça! Ainda bem que tem um espelho ali na frente para olhar a bunda cheia de celulite. Pode me chamar de neurótica, mas nada nesse mundo deixa uma mulher mais feliz do que olhar no espelho e gostar do que está vendo.

Cansei de falar por aqui e repito: cada um tem o corpo que quer e a auto-estima que merece (com ressalvas, obviamente). Equilíbrio também é estar bem por dentro e por fora. A minha maior motivação não é só pelo corpo, é também pela mente. O meu trabalho me pressiona todos os dias, são mais de 10, 12h focada em projetos, entregas e metas. Se eu me dedico tanto assim à um CNPJ, porque não dedicar meia hora do meu dia à minha saúde – mental e corporal?

Não quero pensar no dia 30 de abril. Não quero gerar uma ansiedade absurda dentro da minha cabeça e nem aumentar a minha pressão – que já é diária. Quero criar consciência da minha meta, só assim a gente consegue se reeducar em todos os sentidos.

Lá vamos nós, de novo, do zero, voltando à subir um degrau por vez. Recomece quantas vezes forem necessárias, mais importante do que atingir qualquer objetivo é não desistir de si.

2015_Ju

Juliana Manzato
Últimos posts por Juliana Manzato (exibir todos)

Juliana Manzato

Apaixonada por amor, cachorros, textos e coisas inspiradoras. Adora fotografia, mar, sol, doce de padaria, verão e olhar o céu azul. Esportista. Feminista. 80 porcentista. Irônica eu? Imagina.

Um comentário em “A Desculpa da Barriga Chapada | Pequena Metas

  1. Ju, me identifiquei muito com seu texto! Realmente, a gente tem que se dedicar nas coisas sem pensar no nosso “30 de abril”. Assim, completo hoje 45 dias sem tomar refrigerante. Confesso que comecei com a quaresma, para “aproveitar a onda” mas agora vou seguir em frente. Se cheguei até aqui, chego onde eu quiser!

    Força!!

    Beijos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo