A eterna festa!

Tudo é graça, vida, frescor, liberdade. Tudo junto, separado, enrolado, abraçado, a eterna festa acontece.
Personagens como: arroz de festa, bebida, gente bonita, musica e movimento. Madrugadas, noitadas, amanhã, ressaca. Felicidade, alegria, decepção, choro, vazio.
A vida não para. A festa não para!
Muitos dizem que ser solteiro é encontrar a plenitude com a liberdade de ir-e-vir, discordo. Ser solteiro, é se perder e se encontrar [mesmo que depois, com a ajuda de um gps!].
Seja um encontro próprio, ou com alguém, ou até “alguéns”- nunca se sabe.
São festas e mais festas, gente, beijos, abraços, sexo, liberdade, sentimentos…tudo isso sem compromisso, sem promessa. Ser solteiro é ser descompromissado com a vida e compromissado consigo mesmo. Complicado, complexo.
Mas toda festa, assim como a ressaca – que parece sempre eterna, tem um fim. Podemos acabar num “after”, numa temakeria, pastelaria, numa cama desconhecia, ou como em Hangover 2… em Bangok.
Status: solteiro. Porém, prefiro ainda, o estado civil: FELIZ!

Últimos posts por admin (exibir todos)

admin

Um comentário em “A eterna festa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo