A VIDA NÃO É AQUILO QUE ESTÁ NOS JORNAIS

A vida é muito mais afiada que um hashtags levantada nas redes sociais. A vida é uma rede de apoio.

0


Leia ouvindo: Rubel, Emicida – Mantra 

Os jornais gritam todos os dias dados e estatísticas para tentar refletir aquilo que se passa com a humanidade. É difícil tocar números e entender que por de trás deles, há tantas outras coisas acontecendo. As estatísticas estão nas nossas metas, os números em nossas contas bancárias e em nossos boletos, mas nós somos muito mais que isso.

A afinidade de nossas escolhas vai muito além das curtidas nas redes sociais, nos números de comentários, nas mensagens recebidas via directs e nos nossos aplicativos de mensagens.

A vida é muito mais que dados, a vida é muito mais que uma manchete de jornal. A gente se escandaliza por fazer parte das 20 pessoas em quarentena. A gente se escandaliza com amigos se encontrando em festas clandestinas. A gente se escandaliza com o aumento contínuo das pessoas em situação de rua.
O mundo não é tão simples como uma matéria de jornal. O mundo é um emaranhado de reportagens que pincelam a história do nosso viver.

Fotografia: Juliana Manzato

A vida é muito mais afiada que um hashtags levantada nas redes sociais. A vida é uma rede de apoio.

Se eu consigo escrever, levantar todas as manhãs, sorrir, trabalhar e ser produtiva é por ter uma rede de apoio. Por saber agradecer mulheres e homens que me ensinaram a quão poderosa eu posso ser e o quanto a minha vivência de vida pode ajudar outras pessoas.

Redes de apoio tem um significado tão maior que números e estatísticas. Não são dez pessoas apenas que me levam a sorrir, não é uma mensagem ou ligação específica que faz eu ter esperança no amor.
Quanto mais podemos refletir sobre o significado dos números em nossa vida, mais podemos combater a falta de equidade dentro de nossa sociedade.

Se eu sou um número nessas estatísticas eu quero ser por se positiva, por refletir amor, carinho, respeito e ajuda.

Luiza Pellicani
Últimos posts por Luiza Pellicani (exibir todos)

You might also like More from author

Leave A Reply

Your email address will not be published.