Amor acaba

Leia ouvindo: Foals – Spanish Sahara 

Amor acaba. Aquela história de que se acabou é porque não era amor, para mim, é balela. Amor acaba sim. Como qualquer outro sentimento, ele pode ter um fim. Ele pode existir durante um tempo, com uma determinada pessoa e, depois, acabar. Ele pode não acabar ao mesmo tempo para as duas pessoas envolvidas. Mas ele pode acabar sim. Ele também pode durar para sempre. Pode sim, como qualquer outro sentimento também. O que define sua vida útil é tudo aquilo que acontece ao redor

Por experiência própria, não tem como o amor sobreviver a um círculo vicioso de brigas, reconciliações e pura acomodação. Não tem como perdurar diante de intermináveis discussões, caras feias e emburradas e ao desassossego. Simplesmente não vigora. Pelo menos para mim foi assim. Durou muito tempo, mas não vingou. Faltou cuidado, de ambas as partes, faltou carinho, de ambas as partes, faltou um pouco mais, de ambas as partes. E aí que o sentimento vai definhando com tanta falta. E acaba. No início achava que seria para sempre. Quem nunca? Depois, com o tempo, fui vendo que não era aquilo que eu realmente queria para sempre. Não era aquilo que me fazia, nem me faria um dia, feliz de fato. Acredito que essa história não é só minha. Acredito também que se faltou tanta coisa, era porque não era para ser a minha única história.

8145

[ Imagem: reprodução ] 

Por experiência própria, o amor que começa sem pretensões de ser perfeito, em pleno Carnaval, não tem, necessariamente que acabar. E sabe por que? Porque todo o ambiente que o envolve é de paz, de tranquilidade, de segurança. Porque cada um protege o outro com todas as forças, porque não deixa faltar abraço e beijo. Porque rega todos os dias com carinho e atenção. Porque discute quando é preciso debater ideias diferentes, mas que não agride, nem fere com palavras. Porque está presente, mesmo quando não está perto. Porque diz “te amo” sem ter medo de se expor, sem ter um motivo aparente, diz apenas porque sente.

Desde o começo sabia que seria com ele que eu seria feliz. Essa é minha outra história.

Cada um tem a sua. Em muitos aspectos, as histórias podem ser parecidas, mas todas têm suas particularidades. Em muitas, o amor dura para sempre. É para o que sempre torço. Em outras, o amor acaba. É para o que eu sempre torço quando um dos dois não está feliz. E nessa vida, todos, sem exceção, devemos ter essa chance.

Assinatura Lívia

Últimos posts por admin (exibir todos)

admin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo