Apesar de

Leia ouvindo: Ben Howard – I Forget Where We Were

Eu te amo. Apesar de…

Te amo apesar de você amar o inverno e eu o verão. Te amo apesar de precisar das palavras e você de atitudes. Te amo apesar das quartas-feiras de futebol. Te amo apesar do seu silêncio me incomodar. Te amo apesar de você não estar presente em likes ou legenda com declarações de amor nas redes sociais. Te amo apesar de você sempre querer sair para correr e eu não conseguir te acompanhar. Te amo apesar de você não me ligar o quanto eu gostaria. Te amo apesar da sua opinião sempre ser forte. Te amo apesar de você não me dar flores como antes. Te amo apesar de não termos um apelido carinhoso como qualquer casal. Te amo apesar de não demonstrar o tanto de amor que me invade o peito.

8316

[ Imagem: reprodução ] 

Te amo apesar dos seus defeitos e muito além das suas qualidades. Te amo hoje, amanhã e depois. Te amo no presente e na expectativa de futuro. Te amava no “e se” e te amo no “apesar de”. Amores maduros não caem do pé, já dizia Lucão. E se tem uma coisa que eu aprendi com você foi amar de verdade. Um passo de cada vez, apreciando a paisagem e já não estávamos mais no mesmo lugar. Não me apaixonei por você na partida, foi durante o percurso, te conhecendo no dia a dia, problema a problema, até chegar no amor e suas razões.

Percebi o quanto expectativa demais atrapalha e expectativa de menos acaba sendo bobagem. Aprendi a dosar minha intensidade com você. Aprendi que no amor é preciso um bocado de paciência, outro punhado de não querer ter razão e pitadas de emoção. Quando o amor chega maduro a gente aprende a ponderar, escutar, aceitar. Quando minha mãe me dizia que a gente não muda ninguém eu torcia um tanto meu nariz. – Muda sim, mãe! E ela pacientemente sorria. Ela já sabia como ninguém o que era o “apesar de” em uma relação e o quanto hoje eu a admiro por isso.

Amar, apesar das qualidades, de comodidades, uma situação financeira boa, ruim, escolhas imperfeitas e erros banais. Amar é isso, todo santo dia. Não tem fórmula secreta. Como bem disse uma amiga: amar é saber lidar com imperfeições divinas. Concordo.

Te amo.

Amar é divino.

2015_Ju

Juliana Manzato
Últimos posts por Juliana Manzato (exibir todos)

Juliana Manzato

Apaixonada por amor, cachorros, textos e coisas inspiradoras. Adora fotografia, mar, sol, doce de padaria, verão e olhar o céu azul. Esportista. Feminista. 80 porcentista. Irônica eu? Imagina.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo