As delícias da vida de solteira | Parte 2 | Sexta-feira

Leia ouvindo: Deorro, Chris Brown – Five More Hours

Sexta-feira é palavra mágica, é também o início do final de semana. Não que isso faça uma super diferença na vida de qualquer solteira, até porque gostamos mesmo de nos divertir, independente do dia. Mas os finais de semana costumam ser o ápice. O fim da semana e o início de muita diversão.

Para quem está na fase arroz de festa, a sexta-feira é só a continuação daquilo que começou na quarta ou quinta-feira. Que venham mais três dias incansáveis de festa! Para quem está na fase do sofá, um cardápio de jantar gordinho, Netflix e garrafa de vinho. Ô gente, tem como ser mais feliz nesse frio?

Existem aquelas que levam trabalho para casa em plena sexta-feira, e tudo bem, elas amam aquilo que fazem. Sexta-feira será sinônimo de relatório e vinho. Combinação perfeita! Sábado não tem hora para acordar e à noite ainda dá para festar.

Sexta-feira, sua linda! Diferentona, rainha dos planos para o final de semana, início da bagunça, descanso merecido, ansiedade para o sábado e o verdadeiro ápice da semana.

Anzu - We Love - Dona Oncinha - Paulo Manzato Jr Fotografia (38)

[ Foto: Paulo Manzato Jr. ]

A gente aprende a amar a sexta-feira não só pelo final de semana, mas porque entendemos que é apenas mais um dia da semana. Quando se está solteira, planos podem ser feitos em qualquer dia, saídas também. A sexta-feira não é uma desculpa, é apenas mais um dia para viver.

Na solterice aprendemos a transformar festa em verbo. Todos os dias dá para festar. E, se reclamar, a gente festa mais um pouco, viu? Aos desavisados, isso não significa que é preciso sair de casa. Já fiz festas homéricas com as minhas amigas em casa, tudo isso regado a potes de sorvete e cookies. Já tive ótimos porres com as minhas amigas em casa também. Me lembro que em um deles eu subi a escada engatinhando. E vale lembrar, nenhuma dessas festas envolvia homens, viu? Só tinha calcinha!

Solteira, sim, na pista de dança ou na sala de casa, com certeza. Falo das festas, mas ó, conheço gente que AMA a tranquilidade de se encontrar nas páginas de um livro, no silêncio do lar e nem por isso é menos feliz.

O dia dos namorados vem aí, e quer saber o que a gente quer mesmo? Ser feliz. Independente do status. Independente de ter alguém do lado. Independente de qualquer rótulo. Independente da sexta-feira.

Se joga nessa delícia de vida! 😉

Juliana Manzato
Últimos posts por Juliana Manzato (exibir todos)

Juliana Manzato

Apaixonada por amor, cachorros, textos e coisas inspiradoras. Adora fotografia, mar, sol, doce de padaria, verão e olhar o céu azul. Esportista. Feminista. 80 porcentista. Irônica eu? Imagina.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo