As lições de Wall Street | Por Juliana Manzato

1

No final de semana passado, assisti com o papai, o filme Wall Street – Money Never Sleeps, seqüência do filme lançado em 1987 de Oliver Stone. O Wall Street de 1987, aborda a ambiciosa geração yuppie, no atual, a geração abordada é a tão falada Geração Y.  A minha geração Y!
Wall Street retrata justamente as agônias vividas no dia-dia dos negócios, que aliás, na minha humilde opinião, negócios e experiências de vida andam juntos.
Quem nunca ganhou como “bônus” um namorado?
Ou fez um “investimento de alto risco” ao acreditar um segredo para uma pessoa?
Quem nunca pensou em uma “estratégia” para conquistar aquele emprego, ou aquele aquele cara que tanto queria?
Marketing, negócios e vida, tudo está muito bem tramado. Sorte ou azar? Assim como negócios, a vida também é um jogo, e quem souber jogar, vai saber viver.
Fórmula simples? Na teoria, por que na prática…a palavra chave é: adaptar-se! À pessoas, lugares, situações, a um amor, a um amigo, a uma vida.
Como vida, temos muito o que aprender com os negócios. Com os negócios, precisamos aprender a ter vida!

A trama de Wall Street é finalizada da melhor maneira possível. Um verdadeiro poema, sobre o que é a vida!

“Qual é a definição de insanidade? Repetir as coisas e esperar resultados diferentes. De acordo com essa visão, a maioria de nós é insana, mas não simultâneamente, confiamos em nós e em nossa base. Bom, isso é um estilo de vida, mais e mais pessoas estão ficando insanas ao mesmo tempo.
E voltamos para o que Gordon diz: sistêmico, como um cancêr. O que ocorre então? A mãe de todas as bolhas explode, e isso aconteceu por acaso. Os cientistas vão dizer: não é sem precedentes. Foi o que aconteceu, como um flash. É como, se de repente, o mundo tivesse milhões de novas espécies, nos nascemos.
Nesse sentido a bolha é revolucionária. Em execesso, mata!
Eles podem se ferrir, mas nunca morrem, voltam de modos diferentes. Se estourar, eles renascem de novo, sempre criando mudanças.”

Últimos posts por admin (exibir todos)

You might also like More from author

1 Comment

  1. Anonymous says

    J’ai aimé! fabuleux!!!!
    Mel

Leave A Reply

Your email address will not be published.