“Atenção faz mais gol que o Ronaldo”

Leia ouvindo: Holger – Me Leva Pra Nadar

Adoro ter amigos homens. Sem eles eu certamente estaria sofrendo o coração que o diabo pisou e amassou. Assim, isso não significa que a gente não caia nas armadilhas vez ou outra. Óbvio que a gente se ferra, mas se tem uma coisa boa em ter muitos amigos homens é o poder da bola de cristal. A gente até já sabe qual será a reação do moço.

O Jorge é um dos meus amigos favorito. A gente se entende em meias palavras. A praticidade nos uniu, algumas amigas que apresentei para ele também. Ficou com uma ou duas. Eu mesma “vendi” o Jorge como um cara legal. De fato ele é. Um dos caras que eu mais me divirto e admiro.

Nunca menti para as amigas apresentadas. O Jorge é um cara legal. É um cara de momento também. Aqui e agora. Te faz única enquanto está com ele. Depois, bom, depois ele também vai te dar atenção. Mesmo que ele vá para uma expedição no Xingú. Ele visualiza e responde – as vezes, depois de dias. Ele compartilha, pergunta da vida, é fofo, mas é liso.

Falamos sobre essa atenção dia desses.

“Ju, atenção faz mais gol que o Ronaldo”.

109ab07a9c6d20aa812ed22ab5d8baab

[ Imagem: reprodução ]

Ele me respondeu bem assim quando eu contei a história do boy. Enquanto minhas amigas responderiam que ele dar atenção é bom, o Jorge vem e numa jogada cheia de dribles, ajeita o passe e me coloca o  Ronaldo na história. Gol. Mas não quero falar sobre o placar.

Quero falar sobre a atenção que ele dá. Gente, que bom que apesar de todas as intenções ele se preocupa em te responder, te ligar, se fazer presente mesmo estando no Xingú ou na puta que pariu. Diante de um mundo tão escasso de atenção, alguém que visualiza e responde. Amém.

Não que isso seja o suficiente, mas mantém um pequeno vinculo, no bom dia ou boa noite, no like na foto, o comentário com emoji ali ou até mesmo te contar algo do trabalho. É gostoso ter esse prestígio, mesmo que seja um prestígio compartilhado. A atenção ainda não é exclusiva, mas quem disse que não pode ser? O Jorge sempre muda de ideia. Você também.

As coisas mudaram. Status de relacionamento virou piada. O boy, o bolo e o sumiço no final de semana, conhecem essa história né? Somos leves nas piadas, e pesados nos relacionamentos. O Jorge quer se relacionar. O Jorge só não quer ter alguém que pense tanto no amanhã. O Jorge quer alguém que viva o hoje com ele.

No caminho a gente decide, Alice. E decide de verdade, viu? Não é o país das maravilhas, é pura realidade.

O amanhã é racional demais para o que eu quero viver hoje. E você ai, achando que era emocional demais.

No fundo, todo mundo tem muito do Jorge. No fundo, os homens tem muito da gente, a diferença é que eles não ficam fazendo textão na internet.

Juliana Manzato
Últimos posts por Juliana Manzato (exibir todos)

Juliana Manzato

Apaixonada por amor, cachorros, textos e coisas inspiradoras. Adora fotografia, mar, sol, doce de padaria, verão e olhar o céu azul. Esportista. Feminista. 80 porcentista. Irônica eu? Imagina.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo