Com uma mochila nas costas

Me disseram: “Leve apenas o necessário”. Tentei avisar que em mochila de mulher entra até pônei, mas foi em vão. O que é necessário para essa caminhada chamada vida?

65
{ Imagem reprodução }

Acho que nunca fui boa em arrumar malas. Além da típica sensação de ter esquecido algo, não sei quase nada sobre necessidade. Faz frio? Faz calor? Tem festa? Jantar? Tranquilidade? Praia? Mato? Tem tudo, de todos, sempre. Afinal, o que é necessário para viver? O que você leva nessa mochila? Que pesos pretende tirar? Como quer viver? 

Para viver, é necessário desapegar. Se a mochila pesa, a gente deixa coisas para trás, pessoas também. Ouvi de novo: leve apenas o necessário.

Depois de um tempo você aprende que o necessário não é muito nem pouco, mas é o equilíbrio para ser feliz. Necessário é o amor, a esperança, a coragem de seguir o caminho, um apoio, olhar para o horizonte, acreditar.

Mochilas à parte, a vida precisa ser vivida. Desapegue de coisas ou pessoas, se apegue à você. Coloque a mochila nas costas e aproveite o caminho. Bagagem a gente leva para a vida, o excesso dela deixe para trás, sem dó ou aperto no peito. Os ciclos mudam, as bagagens também. Ninguém precisa de mochila pesada, precisamos do necessário para ser feliz, se isso for pés descalços e cabeça aberta, vai em frente.

Viver sempre foi uma necessidade, maior do quê qualquer bagagem.

Assinatura Ju - 2013

Juliana Manzato
Últimos posts por Juliana Manzato (exibir todos)

Juliana Manzato

Apaixonada por amor, cachorros, textos e coisas inspiradoras. Adora fotografia, mar, sol, doce de padaria, verão e olhar o céu azul. Esportista. Feminista. 80 porcentista. Irônica eu? Imagina.

Um comentário em “Com uma mochila nas costas

  1. Perfeito … Adoro vir aqui e ler … Me faz pensar na vida e algumas atitudes a se tomar … Adoro , adoro seus textos e o site… Bjo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo