#DeixaEuTeContarUmaCoisinha | CORTA

Leia ouvindo: Tiago Iorc –  Alexandria 

Me lembro do dia que cortei meu cabelo. Não foram dedos, foi a palma da mão e mais. Mais curto, mais “classudo” e mais criticado. Arrumei uma polêmica com o meu pai, tio, primos e paquera (daquela época). Não que eu precisasse do elogio deles para me sentir melhor, mas critica? Perai, o cabelo é meu.

Fotografia: Gui Mira

O mesmo aconteceu com uma conhecida, cortou o cabelo quase Joãozinho. Eu achei que ficou lindo, ousado e estiloso, como ela. Ela recebeu uma chuva de críticas, masculinas claro. Homens, sempre eles, qual é o problema do cabelo curto? É elegante, cheio de estilo e solto. Tem um poder só dele. Talvez seja isso que incomode. Quanto mais curto o cabelo, mais personalidade e ousadia da mulher. Nada contra o pessoal do cabelo médio e longo (tipo eu!), mas cabelo curto para mim tem um significado de liberdade fora do comum.

Portanto, corta! Tá com vontade de cortar um dedo ou uma mão inteira do cabelo, corta. Não tenha dúvida! Faça a sua vontade e abrace a sua liberdade de escolha.

Dia desses um amigo veio falar sobre maquiagem, ouvi de tudo, até que batom vermelho não caia bem para mulheres “decentes”. Graças à Deus que eu faço parte dessa turma ai, de mulheres indecentes!! Uso batom vermelho, jaqueta de couro e saia curta. Tenho um orgulho danado de fazer parte dessa turma de moças que não “servem” namorar!

É um absurdo atrás do outro. Dá preguiça, dá raiva, dá vontade de virar as costas e sair andando. Dá vontade de dar um tapa bem dado no meio da cara. Dá vontade de vomitar.

Corta! Não só o cabelo amiga, corta também caras e familiares que tentarem estipular um padrão de beleza atraente para eles. Foda-se a opinião deles!

Você pode ser aquilo que quiser.

Você pode ter o corte de cabelo que quiser.

Você pode passar a maquiagem que quiser, isso inclui usar a cor de batom que quiser. Ou nem usar o batom. O mesmo vale para esmalte e afins.

Você pode usar a roupa que quiser também, desde que se sinta bonita e confiante. Vai em frente!

Corta, amiga! Corta todos aqueles que querem podar sua liberdade de escolha. Corta o cara que reclama do seu batom e do tamanho da sua saia. Corta o cara que te joga lá em baixo por que você está sem esmalte nas unhas. Corta o cara que reclama do jeito. Corta antes que ele te corte num relacionamento completamente abusivo.

Aquela história de cortar o mal pela raiz é verdade. Corta quem te corta! Você precisa de alguém que te leve para voar e não que corte suas asas.

Vai menina! Vai ser tudo aquilo que você quiser.

Juliana Manzato
Últimos posts por Juliana Manzato (exibir todos)

Juliana Manzato

Apaixonada por amor, cachorros, textos e coisas inspiradoras. Adora fotografia, mar, sol, doce de padaria, verão e olhar o céu azul. Esportista. Feminista. 80 porcentista. Irônica eu? Imagina.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo