Desculpa, não tenho tempo

Leia ouvindo: Arctic Monkeys – Snap Out Of It

Sou ótima em assumir meus defeitos, apesar de não saber lidar com alguns deles. Não ter tempo a perder e essa tal coisa chamada urgência é um deles.  Minha desculpa preferida para quase tudo é falta de tempo. Falta organização, vontade e tempo de organizar meu tempo. Se você pensou “que ironia”, tem razão.

Pois é, um defeito terrível que ele percebeu logo de início. Insistente que só, mandou logo de cara: vou te ajudar a organizar seu tempo, assim você arruma uma brecha e sai comigo. Fofo, eu sei. Até olhei de um outro jeito para ele, afinal, não é sempre que um cara presta atenção na sua rotina e propõe ajuda. Mesmo que o interesse seja, no final das contas, apenas uma noite.

{ Imagem reproducão }
{ Imagem reproducão }

A minha falta de tempo continuou e ele na insistência também. Admiro homem determinado, mas tem que ter charme. Isso significa saber insistir na hora certa e sumir quando for necessário. Conquistar uma mulher exige algumas estratégias e não me venham dizer que não, funcionamos na base do charme e do interesse, mas tudo na dosagem certa. Obviamente que chegou em um estágio da conversa que eu não tive escolha, aceitei sair para jantar e conhecer um pouco melhor aquele cara que queria estar comigo.

Essa fase inicial do conhecer o outro é a mais gostosa, desvendar mistérios e descobrir porque, afinal, ele chamou a sua atenção. Mas tudo aquilo que chama demais a atenção depois de um tempo toma dois caminhos, ou vira admiração ou volta na contra mão. No caso, ele optou por voltar na contra mão. Depois que aprendi a usar o “melhor assim” a vida ganhou um outro sabor. A insistência virou sumiço e decidi seguir em frente, trocar o nome da agenda e voltar a ter uma rotina sem mensagens e finais de semana abraçados.

O tempo com ele não foi perdido, muito pelo contrário, me ensinou a aproveitar melhor aquilo que tenho de tão precioso. Muitos talvez pensem que estou me esquivando de novos encontros e a minha resposta é bem simples: se o tempo é precioso, prefiro perder com gente que saiba fazer lapidação. Sim, mais ou menos como joias, ou você pretende entregar um diamante caríssimo para qualquer joalheiro?

Desculpe, mas não tenho tempo com aqueles que gostam de perder tempo. É a vida, pelo menos a minha vida.

Assinatura_Ju

Juliana Manzato
Últimos posts por Juliana Manzato (exibir todos)

Juliana Manzato

Apaixonada por amor, cachorros, textos e coisas inspiradoras. Adora fotografia, mar, sol, doce de padaria, verão e olhar o céu azul. Esportista. Feminista. 80 porcentista. Irônica eu? Imagina.

4 comentários em “Desculpa, não tenho tempo

  1. Ultimamente ando lendo e chorando… Esse é o tamanho da identificação do texto com minha vida. ❤️Texto lindo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo