Destino também é merecimento

Leia ouvindo: Parsonsfield – Stronger 

Faz algum tempo que aprendi a ter fé no destino. Para mim, o maior significado dele é Deus. É Ele que une as pessoas, que encerra e inicia ciclos, e faz nossos desejos se tornarem realidade. Bonito isso, né? Deus na forma mais pura depois do amor e oração.

É acreditando nele todo santo dia que não crio mais expectativas em relação a situações ou pessoas. Ele sabe a hora exata do encaixe, do abraço apertado, beijo de despedida, encontros sem hora marcada, saudade no peito e desejo de estar junto. Destino é peito cheio e linha infinita.

Depois que a gente entende que não mandamos em nada e que planejamento só serve para dar errado ou atraso, fica claro que somos verdadeiros destinados. Nada acontece ao acaso. Tudo já estava escrito naquela linha infinita. Como sempre ouvi: tudo que tiver que ser, será. Não adianta ficar aí brincando de murro em ponta de faca, coração na boca e ansiedade crônica. Nada vai sair do jeito que queremos justamente por ter alguém muito superior que pensa em nós.

788c86de193840fbbc2c2568ea37989c

[ Imagem: reprodução / Pinterest ]

Os “destinados” entendem que precisam estar exatamente onde estão justamente para plantarem sementes e fazerem a colheita no momento certo. Seja tristeza ou felicidade, encontros e desencontros, a gente muda, o destino não.

Somos destinados a ser. Crescimento, amadurecimento, paciência, um pouquinho de amor e tudo já não é como antes. O emprego do sonhos vai ser seu se você lutar para que ele seja. O cara “certo” chega quando você menos procurar. A dor passa. O amor renasce. A esperança é a última que morre e ter fé em Deus é acreditar que o destino também é milagre.

Acreditar no destino não é ficar parado esperando coisas caírem do céu, pelo contrário, é movimentar a terra e plantar as sementes. Os brotos sempre vão aparecer. O exemplo é simples: plante um feijão no algodão. Você até sabe que o broto está para nascer e quando menos espera, lá está a pequena folha.

A vida é pura analogia: plante, cuide e faça a colheita. Destino também é merecimento.

Juliana Manzato
Últimos posts por Juliana Manzato (exibir todos)

Juliana Manzato

Apaixonada por amor, cachorros, textos e coisas inspiradoras. Adora fotografia, mar, sol, doce de padaria, verão e olhar o céu azul. Esportista. Feminista. 80 porcentista. Irônica eu? Imagina.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo