É preciso saber viver

Leia ouvindo: Croatia Squad – Be good to me

Há amores que nunca se esquece. Há dores que nunca sucumbem. Há saudades que nunca são curadas.

Alguém me perguntou se eu estava preparada para as porradas da vida? Me parece que eu não estou. Ainda que essa mesma vida me faça aprender na marra e esfregue as circunstâncias na minha cara, há interrogações que se recusam a virar ponto final, e há feridas que se recusam a cicatrizar.

Não, meu bem, eu não me acho injustiçada não. Aliás, eu to ali naquela média de pessoas comumente normais. Os furos que cravejam o meu coração são recorrentes no “pulsador” de mais um montão de gente. Ordinários. Eu só queria que alguns deles parassem de latejar e virassem uma boa lembrança.

{Imagem: reprodução}
{Imagem: reprodução}

Mas sabe, eu sou ariana. E das mais tinhosas, competitivas, apaixonadas por desafio e difíceis de derrubar. Bem, não tão difícil assim, mas sou daquelas que se recusa a ficar no chão. Não me permito acreditar que sou incapaz, e uso todo e qualquer tipo de estratégia pra subir. Sempre ao alto. Eu gosto mesmo é das nuvens.

Não há vida sem perda, teremos que aprender a dizer adeus. Numa escala de zero a dez, a chance de nos decepcionarmos com alguém é 11. Superação provavelmente se tornará mantra na vida de qualquer um, e não só em um único momento ou situação. E independente do que lhe aconteça, lembra do que Vinicius disse láááá atrás: é melhor ser alegre que ser triste, alegria é a melhor coisa que existe.

Pode bater, vida, que eu estou prontinha pra revidar.

Assinatura_Bia

Bianca Carvalho
Últimos posts por Bianca Carvalho (exibir todos)

Bianca Carvalho

Uma carioca branquela, bagunceira e desbocada. Uma mulher questionadora, inquieta e expansiva. Uma amante do mundo, dos cachorros e de pessoas apaixonadas pela vida.

Um comentário em “É preciso saber viver

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo