Enquanto você reclamava, o mundo girou.

1

Enquanto você reclamava, no outro lado do mundo, amanhecia ou anoitecia. As flores brigaram por espaço entre o asfalto e concreto, ignorando por completo o desejo humano de progresso. Os pássaros fizeram pacientemente seus ninhos e perpetuaram a espécie: 2, 3, 4 ovinhos, cuidadosamente aquecidos. O mar, eterno apaixonado pela lua, ora atraído por ela, ora se afastando dela, fez a dança das marés. O mar tem um pouco de gente: se apaixona, vem à Lua, se aproxima, brigam e ele vai embora. Só pra ter o gostinho de chegar novamente, se apaixonar de novo e assim, acompanhar a lua nas suas fases de bom humor, até quando ela míngua e se esconde, afetando todos os ânimos. A Lua tem um pouco das mulheres: tem um jeito delas que não é pra entender.

Enquanto você reclamava, o mundo não parou. Ele tem pressa e hora marcada, em 24 horas precisa cumprir seu trajeto, fazer acontecer 4 estações, deixar as pessoas velhas e surpreender as pessoas com uma coisa chamada destino. Há quem não acredite em destino e, pra essas pessoas, o mundo apresenta o acaso, uma surpresa a cada minuto. Nem sempre agradável, nem sempre desagradável. Mas ele não parou, correu a cada segundo enquanto você reclamava.

Muitas pessoas tomaram atitudes, chacoalharam a poeira e deram a volta por cima. Outras, reclamaram. A diferença, é que as pessoas de atitude conseguiram ver o dia e a noite, as flores e os pássaros, viram o mar com seu balanço e a lua com seu brilho. Às pessoas que apenas reclamam, o mundo deu de presente um relógio, com um ponteiro de segundos que a cada avanço lembra que um segundo foi embora, um segundo que ela poderia ter feito algo e preferiu ver o próximo segundo chegar, segundo por segundo, até as 24 horas irem embora. Um dia de reclamações que foram transferidas pro dia seguinte, afinal, em um dia só não dá tempo de fazer tudo.
Últimos posts por admin (exibir todos)

You might also like More from author

1 Comment

  1. Dona Oncinha says

    É muita verdade e poesia para um post só. Parar de reclamar e agradecer, pelo sol, pela vida e por que não pelos problemas? Sem eles a evolução e o aprendizado não existem.

Leave A Reply

Your email address will not be published.