Então, eu existo para você!

Leia ouvindo: Relicário – Cássia Eller e Nando Reis 

Era o fim da tarde de uma chuvosa quarta-feira, ainda que o aspecto fosse o de uma sexta-feira 13 das brabas. Uma enxurrada de problemas transformava as minhas horas em uma tensa tortura e eu só queria voltar correndo pra casa! Foi aí que o destino – esse safado estrategista – fez questão de me ensinar uma lição. Não me lembro como ou o exato porquê, mas sei que cheguei até uma página na web que descrevia o nobre e maravilhoso costume vivido e cultivado numa tribo Zulu, da África do Sul. Naquele momento, eu ganhava um bom presente dos céus, ainda que eu não soubesse disso.

Segundo o que eu li, quando alguém dessa tribo comete um grave erro, é imediatamente levado até o centro da aldeia e todos os outros moradores o rodeiam. No entanto, é bem aí que começa a imensurável nobreza desse povo. Uma pessoa por vez se direciona até o “acusado” e, ao invés de tratar-lhe com hostilidade, diz a ele todas as coisas boas que ele já fez pela tribo. Essas pessoas agem assim pois acreditam que todos os seres humanos nascem bons, ainda que a busca pela segurança, riqueza ou felicidade possa os levar a cometer certos erros. Os desacertos são vistos por esses doces olhos como gritos de socorro!

Pra finalizar esse ritual, a tribo se une para reerguer a verdadeira natureza dessa pessoa e lembra-la do quão boa ela sempre foi! Eles se cumprimentam dizendo SAWABONA que significa: eu te respeito, eu te valorizo e você é importante pra mim! Em resposta, dizem SHIKOBA, que quer dizer: então, eu existo para você!

11198491_996597860357999_897688872_n

[ Imagem: reprodução ]

Meus olhos se inundaram de um misto de lágrimas e esperança por um mundo que talvez ainda tenha jeito. Mesmo que estejamos rodeados de tanta maldade, a batalha entre o bem e o mal segue sendo vencida pelo lado bom da força. Fiquei imaginando como esse ser errante, prostrado diante a toda tribo, se sente ao ouvir de seus companheiros os agradecimentos pelos atos de bondade já praticados e não injúrias ou julgamentos pelo erro cometido.

Infelizmente, vivemos o total inverso dessa realidade e o preço que pagamos por tamanha violência é cada dia mais alto. Não somos mais o colo que acolhe, nos tornando adeptos da intolerância que concorda com uma humanidade sobrevivente a base do ‘olho por olho, dente por dente’. Somos o dedo apontado a todo segundo, somos a ausência de compreensão, amor e respeito, somos a lembrança das falhas e o esquecimento dos acertos. Vivemos dizendo que alguém nos decepcionou, que o relacionamento não deu certo, que fomos amados de menos enquanto demos amor demais.

Com essa tribo africana, deveríamos aprender o sutil segredo que seria capaz de nos entregar dias – e relacionamentos – melhores. O outro, ainda que cheio de defeitos, está fazendo o melhor que pode com o que já aprendeu nessa vida. Amá-lo, respeitá-lo, doar tempo e afeto a ele não deveria funcionar como moeda de troca. Se do outro eu receber menos do que dei, isso já não me diz respeito. Viemos deixar nesse mundão uma bonita marca de amor e compreensão, e só assim cumpriremos o nosso trabalho. Para julgar, condenar e punir é preciso ligar em outro ramal, não é mais da nossa conta!

Não estamos falando de perfeição, tampouco de milagres. A vida não vai deixar de ser dura, nós não seremos beatificados ao sinal do próximo amanhecer, a batalha continua. A bondade é uma escolha feita todos os dias pela manhã, antes mesmo do café! Em meio a tantos problemas da minha cinza quarta-feira, entendi que não era necessário ir até a África para cultivar esses bons costumes e transformar o ‘agora’. A partir de hoje, me olho no espelho e me perdoo! Os que me rodeiam merecem o mesmo, ainda que seja tão difícil. Faço de meu coração uma aldeia pacificada onde somente o bem e o amor merecem guarida e atenção!

Mayra_2015

Últimos posts por admin (exibir todos)

admin

2 comentários em “Então, eu existo para você!

  1. Simplesmente perfeito! Acompanho diariamente as publicações de vocês, onças! me identifico demais com o blog e sempre que possível curto e passo para as minhas amigas! Sucesso pra vocês meninas!

  2. Que texto fantástico!!! Encheu meu coração nessa minha quinta feira chuvosa e cincenta !!! Que Deus te abençoe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo