Escolheria assim

Tem aquelas pessoas que fazem a cabeça virar, perder o chão e acelerar o coração. Não são necessariamente pessoas com envolvimento físico, mas se elas soubesse a quantidade de histórias que vivi com a presença delas na minha cabeça, se assustariam.

Vai dizer que com você não é assim? Vamos chamar de escolha, mas adoraríamos que fosse amor. Aquele cara gato que você trocou olhares no Metrô indo para o trabalho. Dúvido que não tenha imaginado aos beijos com ele. Ou aquele galã do trabalho? O moço que estava correndo na orla da praia, ou aquele que entrou no mesmo elevador que você. Quem sabe o amigo da amiga ou aquele seu amigo, que nem é tão amigo assim e que rola uma paixão platônica. Se eles soubessem de todas as histórias de amor inventadas e vividas até o último segundo, entenderiam o suspiro espontâneo.

Já escrevi tantas histórias de amor em pensamento. Já fui lolita, tive caso com o médico residente que me atendeu, já me vi casada e com filhos com um bonitão que encontrei no shopping, fui esquiar com o amigo do meu primo, e aproveitei a California com o moreno alto, bonito e sensual. Pode parecer safadeza, mas é só a minha mania de criar contextos e histórias. Passaria horas fazendo isso e me divertindo horrores.

{ Imagem reprodução }
{ Imagem reprodução }

Adoro viver histórias de amor que são bonitas assim, no meu pensamento. Não tem aquele lance de rotina, de brigas, separação, dores de amor e todo aquele peso que relacionamento tem e que só os corajosos encaram. Ali, tem o amor que jeito que eu gostaria que ele fosse. Escolheria tudo exatamente assim. Não é uma comparação com relacionamentos reais, é só uma fuga para o meu mundo do amor bonito. Meu mundo, meu jeito. Egoísta eu sei, mas cheio de amor.

Não sabemos o que vai acontecer ao virar da esquina, mas podemos imaginar coisas bonitas e amores de criação enquanto não cruzados com alguém que nos encha os olhos. Enquanto não chegamos no ponto da virada. Viver já não fica mais tão difícil quando a gente pode imaginar tudo muito mais bonito do quê realmente pode ser, e se surpreender quando viver algo, que não chega nem aos pés do quê imaginamos porque é muito melhor.

Escolha assim, do jeito que quer e com quem quiser. Imaginar nunca foi tão bom. Nunca foi tão nosso.

Assinatura_Ju

Juliana Manzato
Últimos posts por Juliana Manzato (exibir todos)

Juliana Manzato

Apaixonada por amor, cachorros, textos e coisas inspiradoras. Adora fotografia, mar, sol, doce de padaria, verão e olhar o céu azul. Esportista. Feminista. 80 porcentista. Irônica eu? Imagina.

2 comentários em “Escolheria assim

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo