ESSA LIBERDADE QUE ME CONQUISTA

Vamos focar no agora. Eu e você. Vamos focar no simples, no que está ao nosso real alcance.

0

Leia ouvindo: Sedona – Houndmouth

Não, não precisa me levar para jantar. Não precisa me contar sobre todas as suas viagens antes de eu te conhecer, nem sobre todos os problemas do seu trabalho ou a vida dos seus amigos.

Deixa pra lá o seu planejamento de vida daqui a 5 anos, as notícias do dia, o carro que você pensou em comprar, a conta que você tem que pagar e aquele projeto que não sai da sua cabeça.

Vamos focar no agora. Eu e você. Vamos focar no simples, no que está ao nosso real alcance.

Não que eu não queira fazer planos ao seu lado – afinal, estou aqui, né? – mas isso me deixa um tanto ansiosa e dizem que isso não faz bem. Vamos pular esta parte, por enquanto?

Quero alguém para dar umas boas risadas noite à dentro e pedir um delivery de qualquer lugar aqui pertinho – está bom demais. A gente também pode cozinhar juntos, tudo bem, mas sem aquela neura de horário e de seguir a receita nos mínimos detalhes. 

Se não tiver algum tempero, a gente inventa, improvisa. Quem sabe descobrimos um novo sabor para as trivialidades. Vamos abrir um vinho enquanto a gente prepara o jantar? Muito mais a minha cara.

Quero alguém para conversar sobre a vida, sobre que nos faz feliz e às vezes tristes, sobre como podemos ser melhores, sobre a música que você gosta, e se o vinho que abrimos vale mesmo uma reprise. 

Foto: Marilia Granito

Quero alguém que eu possa olhar no olhos e já entende o que eu quero sem eu mesma dizer – sim, eu quero isso, mas… talvez ainda seja meio precipitado dizer? Essa minha ansiedade…

Quero alguém que eu possa ficar sem tanta maquiagem, como cabelo bagunçado, todo preso e que ainda vai me achar a pessoa mais linda do universo.

Quero alguém que me pergunte se eu estou bem, se o meu dia foi bom e se eu quero dar uma volta no quarteirão para respirar um pouco de ar fresco. Quero alguém que me conte de um novo delivery que abriu no bairro para a gente pedir sem precisar lavar a louça.

Essa liberdade que me conquista, como você pode ver, é simples. Daqui a 5 anos? Isso a gente pensa depois, conversa mais pra frente, só não esquece que eu estou aqui agora. 

A verdade é que não precisamos de muito. Tô com essa coisa de simplicidade na cabeça, sabe? Qual o próximo vinho que vamos abrir?

Marilia Granito
Últimos posts por Marilia Granito (exibir todos)

You might also like More from author

Leave A Reply

Your email address will not be published.