Esta é a minha ressurreição, então foda-se sua resolução

Com quem você acha que está se metendo com essas suas promessas vazias. Eu sei que a gente se ama e se odeia. Vivemos nesse nosso mundinho onde jogamos um na cara do outro as nossas mazelas da vida. Nossa desculpa é que um é o problema do outro.
Parece até que fui eu que fiz merda e você que ficou todo machucado com aquele acidente, mas na verdade foi o contrário. Você sabe! Eu sei! O mundo tem certeza.
Foi você que naquela noite, naquela curva, não tomou as devidas precauções e agora quem está cheia de cicatrizes sou eu.
Controle-se, preste atenção. Vou falar apenas uma vez.
Nessa fossa toda que você me meteu, coloquei o meu melhor cardigã, peguei meu melhor sonho, coloque aquela música que você odeia bem alto no som do meu carro, liguei para as minhas amigas e tornei qualquer cidade que cruzei na minha Las Vegas perdida.
captura-de-tela-2016-11-24-as-10-15-18
[ Imagem: Gui Mira ]
As meninas a minha volta sabem muito bem o que está acontecendo. Elas sabem que você é tipo cocaína, a minha kriptonita, a minha perdição. Dessa vez talvez eu ganhe a batalha. Pode ser que daqui a dois segundo eu te ligue enebriada pela coragem daquela gin tônica que você diz ter um gosto ruim.
Mas nesse momento, eu quero que todas as suas resoluções sumam, eu quero a minha ressurreição de uma vida sem ter você nela.
Uma ressurreição sem esperar pela sua vontade de dominar meu corpo, de apaziguar sua alma no meu calor, no meu afeito, no meu beijo. Não quero mais essa coisa de não ter um amanhã. Do nosso contrato da falta de compromisso.
Você me machucou por conta daquele acidente, naquela curva e eu tive que me tratar. Você disse que eu estava dirigindo, mas sabendo que eu estava do outro lado do mundo dormindo, sabemos bem de quem é a culpa. Lembre-se.
Decida, senão for para ser eu e você contra o mundo, acabaram-se as mensagens carinhosas pela manhã. A minha paciência em te confortar quando o seu mundo desaba. Então se você não se decide, eu decido. Preciso de inspirações novas para minha alma. Alguém que não jogue na minha cara quais são as prioridades da vida e nunca me incluem nela.
Eu sei que o meu mundo está desmoronando a minha volta, sei que não posso olhar nos seus olhos e nem me jogar nessa carcaça de falta de promessas, relacionamentos sem compromisso e todo o lixo que te envolve.
Hoje acaba meu tempo para as promessas vazias. Está é uma promessa para mim. Uma promessa cheia. Cheia das minhas vontades e necessidades. Está é a minha ressurreição, então foda-se sua resolução.
Luiza Pellicani
Últimos posts por Luiza Pellicani (exibir todos)

Luiza Pellicani

Jornalista que perdeu o filtro quando nasceu. Fala e faz o que dá na cabeça. É apaixonada por jornalismo, escrita, música, vida e por pessoas. Balada é comigo. Cinema é comigo. Netflix é comigo. Família é comigo. Nos amores, aproveite, as coisas podem mudar. E não esqueça, máxima do 8 ou 80 não funciona comigo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo