ESTÁ TUDO BEM

Leia ouvindo: Matt Simons – Lose Control

Viver é perder o controle. Se desesperar, entrar em estado catatônico ou, inversamente proporcional, euforicamente descabelado. É se planejar, sonhar, fazer listinhas. Ver tudo isso cair por terra em um só instante. Um segundo. Um minuto. Cinco minutos. Viver é ver a própria vida dar um duplo twist carpado, cair de cabeça, plantar bananeira… Mas depois se levantar. Sempre se levantar.

Ei, menina, está tudo bem! Não há nada de errado em perder o tal do controle. E, se posso dizer, também não há nada de novo. Há anos, séculos e milênios que 10 entre 10 pessoas, em algum momento, perdem completamente a autoridade sobre a direção da vida. E adivinha? Todas elas sobrevivem. Às vezes descobrem uma vida muito melhor! Deve ser porque Deus fez graduação, pós-graduação, mestrado e doutorado em planejar as coisas muito melhor que a gente.

Fotografia: Paulo Manzato Jr.

O tempo, um dos deuses mais lindos, vai se encarregar de colocar tudo no lugar. Mas, é claro que você precisa ajudar: levanta da cama, sacode a poeira, firma os pés no chão e acredita! A fé ajuda em uns 80% do resultado final. Já aconteceu comigo, pode acontecer com você: quando a gente acha que tudo está perdido, a vida dá conta de mostrar que, na verdade, tudo está achado.

E se a gente desviar do caminho, que a gente tenha leveza e serenidade para inventar novos! Já deu uma olhadinha no mapa? Viu quantas linhas cruzam ele? Então por que você está com ideias tão fixas em só uma ou duas ou três delas? Se a vida cisma em te desafiar, desafie ela de volta! O destino gosta dessas pessoas que jogam os medos para o ar. Ele dá um jeito de pintar o arco-íris se você se dedicar, com afinco, a gostar de novas cores.

Vamos fazer um trato? Está veementemente proibido perder as esperanças. Daqui pra frente vamos somente cultivar ideias de que a vida traz as respostas porque sabe o que é melhor para a gente. Que todo controle perdido seja livramento e que toda nova lição seja um recomeço. Não importa o rumo que a gente tome, o destino final precisa ser sempre dentro de um enorme e brilhante sorriso! Ou você vai ser rude e deixar de sorrir de volta para a vida?

Bianca Carvalho
Últimos posts por Bianca Carvalho (exibir todos)

Bianca Carvalho

Uma carioca branquela, bagunceira e desbocada. Uma mulher questionadora, inquieta e expansiva. Uma amante do mundo, dos cachorros e de pessoas apaixonadas pela vida.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo