Estou vivendo por @JulianaManzato

Nem tudo é, como parece ser.
Nem todo sentimento deve ser dito. Verdades, idem.
Magoa e decepção fazem parte da vida: fato! A diferença é você escolher o que vai fazer com elas.
Despedidas são necessárias. Desapego, mais ainda.
Para entrar em um relacionamento com medo, é melhor continuar aonde está. O medo estimula, mas também traz incertezas, cuidado!
Tudo o que é mais difícil, é mais gostoso. O desafio estimula o ser humano.
Temos manias, tiques. Criamos mecanismos de defesa, muros. Esquecemos de abrir as janelas, destrancar as portas, abrir os caminhos.  Esquecemos de viver!

Viver um dia de cada vez, sem se preocupar com o futuro. O futuro sempre é incerto, planejamento ajuda, porém não impede um possível fracasso.
Detestamos a palavra mudança. Adoramos a palavra rotina. Por quê? Mudar de jeito, de cidade, de amor, de amigos, de país. Rotina nos leva a um caminho único: acomodação. Nos acomodamos com pessoas, lugares, situações, péssimo isso não?!
Queremos tudo “novo”: ano novo, vida nova. Carro novo, namorado novo, casa nova, mas esquecemos de incluir o novo no dia-dia: novos hábitos, novos pensamentos.
Ser feliz não é regra, é hábito! Só pode escolher como quer se sentir.
Sonhos existem para ser sonhados, não importa se são pequenos, grandes. Se você “sonha alto”, se você sonha “baixo”.
Lembre-se sempre: “A distância faz ao amor aquilo que o vento faz ao fogo: apaga o pequeno, inflama o grande.”
Faça as pazes com o tempo, ele é o melhor remédio para todas as feridas, o melhor solução para os problemas, é o seu melhor amigo.
Pense sempre positivo. A lei da atração não é uma mera invenção humana!
Acredite. Realize. Confie. Ame. Invente. Reinvente. Faça acontecer!
Nada de bom vai chegar na sua vida, se não permitir.

Últimos posts por admin (exibir todos)

admin

2 comentários em “Estou vivendo por @JulianaManzato

  1. Muito bom Ju.

    Como sabemos, estou passando por essa fase e desapegando de tudo que me prende.

    Vamos viver e seremos muito felizes! =)

    Fly Away

    Aninha Ruiz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo