Eu busco um porquê

Leia ouvindo: Mart’nália – Benditas

Todo mundo diz que a gente deve correr atrás dos nossos sonhos, só esquecem que, às vezes, a gente pode não saber qual é. Claro que todos nós temos perspectivas do que queremos lá na frente, quando estivermos mais velhos. Todos nós queremos olhar para trás e suspirar tranquilos com sensação de dever cumprido. Mas e o sonho? Algo que você sempre quis, talvez desde criança… O que é? Ainda me culpo por não saber ao certo essa resposta para mim. Eu tenho muitas vontades, sim. Mas sonho é diferente. Sonho é aquilo que te torna obstinado. Destinado. Acho que desde criança nunca soube responder o que eu queria ser quando crescesse. Na verdade, eu tinha várias respostas, mas nenhuma me convencia de fato. Parti para o natural: palavras ao invés de números, imaginação ao invés de cálculos, humanas ao invés de exatas. Virei publicitária. Eu não tinha isso em mente quando respondia às perguntas dos meus pais. Mas então percebi que a questão não é sobre profissão, e sim sobre propósito de vida. Mais do que nunca, busco um “porquê” e um “para que”. O que eu quero é saber esses significados na minha existência. Ou passagem, se preferir.

[ Imagem: reprodução ] 

O grande desafio é que eles podem mudar ao longo dos anos. E isso só torna tudo mais interessante e, algumas vezes, angustiante. Que caminho seguir para tudo isso fazer sentido? Como saber se estou no lugar certo? Percebi que são essas as verdadeiras questões que me inquietam e não “o que você quer ser quando crescer?”. Atuação faz parte do que  sou, mas não me define totalmente. Talvez eu não tenha mesmo nascido com aquele grande sonho, delineado e que ganhou forma. Mas estou aqui, disposta a arriscar, carregar alguns arranhões e simplesmente tentar. Por mais que isso que pareça inconstância, é o meu jeito de procurar, sabendo que há de vir muita cabeçada, muitos desvios e algumas confusões.  E quando me disserem para eu correr atrás dos meus sonhos, direi que eu prefiro encontrar os meus porquês.

Assinatura_Nat

Últimos posts por admin (exibir todos)

admin

3 comentários em “Eu busco um porquê

  1. Muito, muito bom! Em certo momento da minha vida me deparei exatamente com essa questão do “meu porquê” e, digo isso sem querer “pregar” nenhuma religião ou igreja, só pude encontrar essa razão, esse preenchimento e sentido, em Deus.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo