Eu escuto vozes.

Leia ouvindo: Johnny Cash – We’ll meet again

Eu escuto vozes. No começo, não entendia o que era. De onde era. Ou de quem. Hoje sei. Desde tais dias, elas me acompanham. Nos mesmos lugares. Nas mesmas lembranças. Em todo o meu cotidiano.

São carinhos de onde tantas vezes já estivemos. Os banhos. Do chuveiro, escuto aquele cantar, logo ali na pia. Uma bossa nova, escovando os cabelos. Traz o característico lá-lá por não lembrar as letras. Sozinho, sorrio. Com uma dor.

8238

[ Imagem: reprodução ] 

Escuto também nas praças. Elas são como fontes de amor. Entre cada um dos bancos, nas árvores, nos beijos dos mais distraídos casais, eu escuto. O meu nome. O meu apelido. O nosso carinho. Mas não é de qualquer forma. Não é em qualquer tom. É no seu.

Enquanto durmo, as lembranças também permanecem. Juro escutar algo, daquele jeitinho que só você pedia. “Pega uma água para mim?”.  Não quero deixar o momento passar. Mesmo em sons, não quero te perder. Então não pego. Teimosia, para você pedir inúmeras vezes.

Não há solução. Eu escuto vozes. Fui considerado louco. Louco de saudades e vontades de você.

Assinatura_MAT

Últimos posts por admin (exibir todos)

admin

Um comentário em “Eu escuto vozes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo