Já viu um Papai Noel hoje?

por @RubensGualdieri


Papai Noel existe. Simples assim.

A despeito das suas crenças, idade ou bagagem de conhecimentos, Papai Noel existe. E não está no Pólo Norte, não fabrica brinquedos com a ajuda de duendes, não tem trenó puxado por renas e nem possui um grande saco vermelho. Não desce por chaminés e nem come rabanadas com leite que estão na mesinha perto da lareira.

Mas insisto: Papai Noel existe e consegue realizar coisas impossíveis.

Ele é o cara que acorda cedo, independente se foi dormir de madrugada por causa dos trabalhos de faculdade.


Ele é a menina que pega o ônibus quando o sol ainda nem deu as caras, pra poder chegar no trabalho dentro do horário.


Ele consegue transformar o tempo, numa mágica que faz de uma horinha de almoço, uma maratona de correr no banco / pagar contas / comprar uma resistência de chuveiro / imprimir um trabalho / engolir um fast food qualquer / voltar pro trabalho com 2 minutos de atraso e ver cara feia.


Ele é aquele cara que corre atrás de um caminhão de lixo, apanhando sacos lotados que se abrem antes de chegar ao triturador e precisam assobiar para que o motorista pare, enquanto ele cata, com as mãos, o que se espalhou pela rua.


Ele é todas as senhoras que empunham suas vassouras e panos, varrendo, varrendo, varrendo e limpando, limpando, limpando. E fazem isso até o final da tarde, quando pegarão ônibus lotados e chegarão em casa onde estarão varrendo, varrendo, varrendo e limpando, limpando, limpando. Com um sorriso de poucos dentes, sempre dispostos.


Ele é o profissional vergonhosamente mal remunerado que chega em casa sem abraços e beijos na esposa, mas com a pressa de ligar o notebook para terminar aquele freela que garantirá uma renda extra para o casal.


Ele é a vendedora da loja que depende da santa comissão de cada dia e desce toda a loja para a madame que só está dando uma olhadinha.


Ele é o pai que não enxerga horas extras nem trabalho nos fins de semana, desde que isso garanta uma cadeira na escola para os seus filhos.


Ele é a mãe viúva, que se alterna entre mulher, mãe, profissional e macho da casa.


Ele é a prostituta que recebe para dar. Dar sexo, dar fantasia, dar tempo, dar consolo, dar ilusão. E recebe dinheiro que rapidamente dobra junto com sua dignidade e guarda na bolsa.


Ele é o morador de rua que apenas sobrevive.

Ele é o humano que apenas vive.

Ele é você, ele sou eu.


Todos os dias realizamos desejos, sonhos fantasias e sequer nos damos conta disso.


Todos os dias, realizamos a incrível aventura e loucura que é viver. A despeito da competitividade desenfreada, do consumo irresponsável e da busca incessante por primeiros lugares em pódios inexistentes.


Este Papai Noel, está bem aí, na sua frente, ao seu lado, no espelho.


Se o meu eu-Papai Noel tiver de desejar algo para você, desejo que seja coragem.

Coragem para mudar a sua realidade, seja lá qual for, e transformá-la em natais de 365 dias. 

Pois ninguém, além de você, conseguirá dar este presente.



E como presente bônus, eu agradeço a cada um de vocês que tiveram a paciência de ler meus rabiscos. Agradeço pelo tempo – produto escasso – dispensado às minhas linhas e torço muito para que este Papai Noel quietinho aí dentro, acorde e realize todos os seus desejos.

Abrace o Natal e despeça-se de 2011 com um beijo, afinal, ele trouxe você até aqui e pôs mais um aninho na sua bagagem.

Receba 2012 com um abraço, com esperança e com a certeza de que você vai brilhar.

Beijokas

Últimos posts por admin (exibir todos)

admin

2 comentários em “Já viu um Papai Noel hoje?

  1. Final de ano, me deixa assim… sensivel, chorona… Pô Rubão, chorei e chorei BONITO! Lindo texto e linda mensagem de natal!
    Também né? Não esperava menos de você 🙂

    Beijos

  2. Sou suspeita para falar dos textos do Rubens: sou simplesmente fã das palavras e pensamentos que transbordam as linhas de seus textos. Você está de extremo parabéns.
    que seu 2012 seja o melhor.
    Um grande beijo de uma leitora assídua e apaixonada por seus rabiscos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo