Me permite?

Oi, tá ocupado?
Preciso falar com você.
Não vai ser rápido, confesso, mas eu prometo que vai me entender.
Eu só queria te pedir permissão.

Quero pedir permissão para ser o assento cativo ao seu lado.
No cinema, no jogo de futebol, no sofá da sua casa, no avião e no carro, até na sala de espera do médico, não me importa. Eu quero ter prioridade na hora de segurar a sua mão, e ser o ombro escolhido para a sua cabeça descansar.

Quero pedir permissão para explorar cada pedacinho do seu corpo.
Vou me apossar dos seus cabelos e entrelaçar meus dedos nos seus fios, modificando a intensidade dos meus carinhos de acordo com os momentos que a gente divide. Vou coçar as suas costas daquele jeito que você adora, e me encaixar no seu peito toda noite antes de dormir.

Quero pedir permissão para escancarar os meus sentimentos.
É tão bom gostar de você, e eu queria que todo mundo soubesse a endorfina que eu libero só de lembrar de nós dois. Um sentimento peculiar, cheio de adrenalina, que eu só posso imaginar que seja aquele tal de amor.

De uma vez por todas, quero pedir permissão para ser só sua.
Vou chegar e bagunçar tudo, mas de um jeito tão organizado que vai te fazer repensar os lugares que havia escolhido para cada objeto, pensamento e sentimento. Não vou chegar de mansinho, sou barulhenta e expansiva, mas prometo fazer você esquecer a monotonia do silêncio.

Por favor, seja só meu.

{Imagem: reprodução}
{Imagem: reprodução}

Assinatura_Bia

Bianca Carvalho
Últimos posts por Bianca Carvalho (exibir todos)

Bianca Carvalho

Uma carioca branquela, bagunceira e desbocada. Uma mulher questionadora, inquieta e expansiva. Uma amante do mundo, dos cachorros e de pessoas apaixonadas pela vida.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo