MEU DESPERTAR FOI NA NATUREZA

 

DESPERTAR: fazer sair ou sair do sono, do estado dormente; acordar, espertar.

Leia ouvindo: Au Revoir Simone – The Lucky One 

Eu sempre fui muito conectada com o outro, com a terra, com os animais, com a vida. Talvez meu mapa astral explique muita coisa sobre essa conexão. Meu sol em Peixes, minha lua em Virgem e meu Vênus também em Peixes parecem fazer uma dança linda no mar profundo da emotividade.

Às vezes sou emoção demais – quem me conhece pode falar – mas eu não mudaria absolutamente nada de quem eu sou. Sinto-me sortuda por, desde cedo, ser alguém que aprecia alquimias, que se questiona sobre o cosmos e que se delicia, sempre como se fosse a primeira vez, com o vai e vem das ondas do mar.

Eu acho que despertei muitas vezes neste plano, mas acho que o meu grande despertar começou em 2015, quando eu deixei meu último emprego corporativo e embarquei numa viagem de alforria para Fernando de Noronha.

Eu nunca tinha estado num lugar de natureza tão exuberante até então. Um lugar onde as espécies locais coexistiam com os visitantes humanos, numa paz que soava tão real, mas tão real, que lembro de me sentir numa utopia contagiante da qual não queria sair. Tive até ressaca no regresso a São Paulo, como se tivesse me achado naquele paraíso e onde voltar à matrix não fazia mais sentido.

Se eu quiser nomear um ponto de mudança, que aconteceu nessa viagem, acho que foi o dia em que fui nadar numa praia e me avisaram que tinha uma tartaruga embaixo de nós. Eu não estava pronta para aquele momento. Talvez nunca ninguém esteja, na verdade.

A tartaruga era gigante. Do tamanho de uma mesa, não é exagero. E ela estava bem debaixo de mim.

O primeiro instinto foi o susto, mas logo eu entendi que ela não estava nem aí para mim. Ou melhor, tudo bem eu estar ali.

O momento que mais me emocionou foi quando ela subiu do meu lado para respirar. (Gente, vocês têm noção que uma tartaruga é um dinossauro? Porque é!). Vendo ela ali do meu lado, respirando o meu ar, partilhando aquele tempo e espaço comigo, foi um tapa na minha consciência.

Eu senti partes do uno em cada célula do meu corpo. Naquele momento eu me senti de volta ao passado mas, simultaneamente, conectada com o futuro. Foi muito louco. Entendi, ali, que não fazemos parte da natureza, não. Nós somos a natureza.

fotografia: Ju Martins

Depois dessa experiência, comecei a sair do sono da vida rotineira de sempre, mas o despertar, nem sempre é “boom”, um click e vemos a luz. Não! Pode ser um processo e, no meu caso, foi assim.

Só em 2017, depois de uma viagem para a Ásia, que a ficha caiu. Comecei a meditar e a flertar com o veganismo. Quando estava quase me tornando vegana fui para a Amazônia a trabalho e, aí sim, eu tive uma epifania.

Senti como se tirassem uma venda dos meus olhos e me fizessem enxergar o que o coração já via há tanto tempo. Sempre falo que a gente sabe que despertou quando coração e mente se alinham tão perfeitamente que passa a imperar uma paz, que reverbera em cada poro. Foi assim que me senti: leve. Como se regressasse a casa, depois de uma vida à deriva.

Com o meu simples e humilde relato eu quero apenas levar você a refletir que, não existe forma certa, nem momento certo para o seu despertar. E que cada despertar é diferente. Você não tem que virar vegana, nem deixar o seu emprego. Cada um tem a sua verdade e as suas batalhas.

O caminho do autoconhecimento é lindo, mas provavelmente vai ser doloroso e por vezes, angustiante. Lembre-se: está tudo bem.

Não se cobre se ainda se sente longe de um despertar, ou se está apenas próximo de sair da zona de conforto. Saiba que está tudo bem.

Um passo de cada vez, e a gente chega mais perto de onde é suposto estarmos.

Ju Martins
Últimos posts por Ju Martins (exibir todos)

Ju Martins

Portuguesa que o Brasil conquistou. Jornalista de formação e Health Coach Holística por opção. Navego pelo mar da saúde e bem-estar, procurando ajudar pessoas a encontrarem a sua melhor versão. Pisciana com Vênus em Peixes, que intensidade pouca é bobagem, não é mesmo? Se quiser ganhar minha atenção fale do Cosmos, do esotérico e de espiritualidade. Ou então, vá pelo caminho mais fácil: memes e GIFs divertidos também me ganham fácil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo