Meus rituais

Leia ouvindo: The Strokes – You only live once

Católica, com um sentimento no budismo, uma curiosidade na umbanda e uma loucurinha na natureza. Sou essa confusão de religiões e crenças que, ainda por cima, carrega com si mesma os mais diversos rituais.

Descobri que certos costumes não se traduzem somente na ordinariedade da palavra “rotina”, e que o significado de cada uma dessas ações carrega conotação sagrada para mim. Essenciais, assim que eles são.

Não se trata somente de me benzer quando passo pela igreja ou de bater três vezes na madeira quando algo de ruim passa pela minha estranha mente. É uma questão de abençoar todo e cada dia com pequenas, mas interessantes atitudes.

{ Imagem: reprodução }
{ Imagem: reprodução }

Checar as mensagens no celular logo depois de acordar. Levantar e observar o tempo lá fora através da cortina. Passar o filtro solar no rosto judiado por anos e anos de praia. O bom dia obrigatório ao motorista do ônibus. Aquela cochilada aliviante no trajeto de ônibus para o trabalho. Descobrir lugares novos para almoçar. Descobrir lugares novos para admirar. Descobrir artistas de rua para admirar. Planejar a minha próxima viagem. Abraçar os meus amigos. Me exercitar. Dar longas e altas risadas. Comer um docinho depois da refeição. Cantar todas as músicas do rádio. Presentear as pessoas com chocolates, sorrisos ou contando que sonhei com elas. Lembrar sempre do que sonhei à noite.

Todos os meus rituais, por mais banais que sejam, geram em mim um sentimento diferente. Gratidão, surpresa, incerteza, felicidade, medo… Claro, porque na vida não estamos livres dos infortúnios. Mas calma! Não há de se ter medo do que parece negativo. Tudo que nos faça sentir serve para lembrar de que estamos vivos e que precisamos respirar coragem para continuar vivendo positivamente.

Acho saudável estabelecer rituais e, mais ainda, perceber que alguns deles simplesmente surgem e se instalam na gente. Tudo, toda repetição gera aprendizado, nos acorda pra coisas novas. É necessário que sejamos óbvios de vez em quando, porque é daí que vai surgir o inédito.

De todos os meus rituais, com certeza o mais importante é o de fechar os olhos e orar. Agradecer e pedir a Deus para que eu acorde mais tantas vezes, para repetir, infinitamente, todos os meus rituais.

Assinatura_Bia

Bianca Carvalho
Últimos posts por Bianca Carvalho (exibir todos)

Bianca Carvalho

Uma carioca branquela, bagunceira e desbocada. Uma mulher questionadora, inquieta e expansiva. Uma amante do mundo, dos cachorros e de pessoas apaixonadas pela vida.

Um comentário em “Meus rituais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo