Mulher que sente | Paz

Leia ouvindo: Angus & Julia Stone – Santa Monica Dream

Depois de muitos murros na ponta da faca, coração apertado, noites em claro, choro engasgado e lutas diárias, ela encontrou a paz. Ela passou a arrebentação e o mar agitado, aprendeu como ninguém a remar e ter fé. Necessidade máxima para o coração tranquilo.

Engana-se aquele que pensa que paz é sinônimo de desistência. Ficar em paz não significa não ser forte, pelo contrário, ela está cada dia mais segura, mesmo diante das fortes rajadas de vento. Estar em paz significa ter encontrado o seu lugar no mundo, aprendido com os erros e ter entendido de uma vez por todas que não existe controle para vida.

{ Imagem: reprodução }
{ Imagem: reprodução }

Ela está em paz com os cabelos ondulados, na sexta-feira à noite jogada no sofá, no sábado de trabalho, no vinho durante a semana, nos porres que decide tomar todas as vezes que sai e até com as expectativas que não são atendidas. Nada mais afeta aquela mulher repleta. Ela se basta. Ela se ama. Ela se joga. Ela ama.

Paz com as escolhas e com os riscos que decidiu correr. Amadureceu depois de cair do pé. Ela também está em paz com as suas fraquezas e angústias. Ela cansou de brigar consigo, de apontar defeitos, de sentir culpa, de abrir mão das próprias vontades para agradar os outros. Não existe guerra para quem declara paz. A expressão “dona do próprio nariz” lhe cai bem, assim como aquele vestido antigo da sua mãe.

Cada dia mais bonita. Cada dia mais serena e amena. Meio termo jamais. Intensa, na paz. Muitos chamam maturidade, mas eu costumo chamar de amor próprio mesmo. Não existe paz sem amor e amor sem paz. Mulher em paz, sagaz, capaz, audaz. Mulher que sente e que acha, depois de tanta confusão que fundamental mesmo é o amor (Salve o poeta), é impossível ser feliz sozinho – é preciso ter muito amor próprio.

Assinatura_Juju

Juliana Manzato
Últimos posts por Juliana Manzato (exibir todos)

Juliana Manzato

Apaixonada por amor, cachorros, textos e coisas inspiradoras. Adora fotografia, mar, sol, doce de padaria, verão e olhar o céu azul. Esportista. Feminista. 80 porcentista. Irônica eu? Imagina.

3 comentários em “Mulher que sente | Paz

  1. Me senti tão bem ao ler este texto…. achava que estava meio perdida no mundo, mas na verdade só estou em paz! Bjo e obg!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo