Mulheres x Sexo

Por Bianca Ferreira

Converso muito com minhas amigas, parceiras da vida na alegria e na tristeza, na derrota e na vitória, e frequentemente debatemos a questão “queremos só sexo, mas eles não sabem lidar com isso”.

Antigamente nós éramos constantemente julgadas porque queríamos amor, casamento, filhos e uma casa com lindo jardim. E se hoje queremos só sexo? Uma noite e nada mais? Ou até um caso contínuo, mas sem obrigações e satisfações? Ou talvez um “friends with benefits”, o famoso amigo colorido ou PA (p… amigo)? Pois continuamos sendo julgadas. E, ainda, até isso tá difícil de achar.

Algumas teorias dão conta de que os homens não evoluíram conosco, de que eles não aceitam que a gente apenas usufrua de seus corpinhos e nada mais. Sem telefonemas, sem apelidinhos carinhosos. Outras pessoas adoram pregar que “homem tem medo de mulher segura e confiante como você”. E ainda tem aquela que eu DE-TES-TO que diz que homem gosta de mulher burra ou semi-inteligente, inteligência excessiva e independência intimidam.

E aí, qual é a verdade? Porque havendo teoria ou não, nós, mulheres, chegamos a uma altura da evolução feminina que às vezes nos parece que a solução é regredir. Pagar de mocinha recatada, negar o sexo em todas as rodas de conversa, não abusar de decotes e batons vermelhos e aí, pela falta, chamarmos atenção.

Não tô dizendo que temos que agir como “profissionais do sexo”, usar roupas extremamente provocantes em todo e qualquer tipo de situação e gritar “SEXOOOOWWW” em todos os lugares públicos. Mas se estamos confiantes de que não queremos um relacionamento sério, mas que, por sermos filhas de Deus e termos, SIM, desejos, queremos um parceiro bacana, agradável, atraente e bem disposto para o ato sexual, por que ainda somos tão mal vistas se batemos no peito e assumimos isso?

Acho, indo numa direção parecida, que chegamos a esse status de “queremos sexo e nada mais” porque namorar tá difícil mesmo e todo mundo cansou de se esforçar em vão. Mas, assim como em qualquer relacionamento, o sexo nos faz sentir desejadas, lindas, gostosas, momentaneamente acolhidas e com um poder que só nós temos entre as pernas. E mais: ao final, nos presenteia com o orgasmo.

Então dá licença que a gente quer sexo. Pode começar a julgar!

Últimos posts por admin (exibir todos)

admin

6 comentários em “Mulheres x Sexo

  1. A questão é: A maioria dos homens é bem menos confiante doq a maioria das mulheres, não é regra mas é um fato e vou logo avisando, quem diz o contrario: mente!

    A grande parte dos homens que eu conheço preferem sim as mulheres “infantis”, lidar como uma mulher de fato, é algo raro atualmente e pateticamente assusta quase todos os “homens” (ou que se acham ao menos..)

    Inseguranças existem para todos, mas os homens na grande maioria são fracos: acham normal usarem as mulheres mas não aceitam quando são usados… patético não?

    O pior é que vivemos em uma sociedade que vale mais apena sustentar uma imagem doq de fato curtir o momento com alguém legal..

    Quase todos os homens querem o titulo de “o comedor da piroca-de-aço”, mas fazer mesmo as coisas, quem faz? quase nenhum! parece brincadeira de criança! ;p

    As mulheres não evoluíram, apenas passaram a agir como os homens 😉

    Sexo é bom e deveria ser tratado como algo natural, porem não vulgarizado 🙂

    Quem não curte um bom tesão? 🙂

  2. eu a muito tempo já desisti de me explicar e me assumi…isso me bastou, se vc defende vc é feminista, vulgar, puta se vc se opõe não vale a mulher q é então…. como diz a Aninha fly away….

    “sem compromisso emocional só financeiro…”

    bjo da Doce

  3. Muitas coisas são reflexo da estrutura patriarcal/machista ainda predominante na cultura ocidental.
    Não diria que as mulheres evoluíram, mas sim que elas lutaram durante décadas para chegar onde chegaram. Ainda lutam hj, pelo direito a salário igual ao dos homens,por exemplo.
    A revolução sexual é a mais comentada dessas lutas, pois mexe tbm com a base judaico-cristã que fundamentou os padrões de comportamento social.
    Os homens, em sua maioria, não acompanharam essas mudanças feministas simplesmente pq a classe “homem-branco-heterossexual” nunca oi minoria e nunca precisou lutar por seu espaço dentro da sociedade. E parte deles, sentem-se ameaçados pelo feminismo, como se nós, mulheres, estivéssemos tomando o lugar deles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo