Não espere muito de um homem. Na verdade, não espere. Nada.

Leia ouvindo:  Panama Wedding – All Of The People

Ou de uma mulher. A questão não é o sujeito. Mas o predicado construído em um esperar. Primeiro, um ponto que é preciso ficar claro: há uma grande distinção entre imaginação e expectativa. A primeira é sonhadora. Lúdica. Dinâmica. Já a expectativa é furtiva. Nos rouba os prazeres e nos traz ansiedade. Sem nunca se concretizar. Para o bem ou para o mal.

Acreditem em mim. Não existe em nossa realidade o reflexo do esperar. Há apenas o mundo, como este é. A sua expectativa pode ser superada. Ou decepcionada. Em ambos os casos, este esperar traz algo que nos mata. A ausência de movimento. De iniciativa. De viver. Uma total paralisação. Por isso, repito. Não espere muito de um homem. Da vida. Dos outros. Na verdade, não espere nada.

8178

[ Imagem: reprodução ] 

Sim, sonhe. Justamente porque sonhar é o oposto. É o viver. O buscar. No final do dia, é o que irá encontrar. Então, encontre algo em um homem. Um muito. Ou um pouco. E deste tudo, desfrute. Mas sem se preocupar. Sem se frustrar. Com expectativas de decepções que nunca se concretizarão. Ou com outras que irão te surpreender. Assim, apenas viva.

Mas com aquele lembrete. Enquanto a imaginação constrói, a expectativa nos paralisa. Então, pratique o movimento. A ação. O realizar. E desfrute do que encontrar pelo caminho. Mas sem esperar. Nada.

Assinatura_MAT

Últimos posts por admin (exibir todos)

admin

2 comentários em “Não espere muito de um homem. Na verdade, não espere. Nada.

  1. Com certeza conhecer o DonaOncinha entrou para a lista das melhores coisas de 2014. Todos que fazem parte disto aqui estão de parabéns, me surpreendo a cada texto novo. Os do Matheus então, são excelentes sempre, sem exceção. Beijão jú.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo